Pular para o conteúdo

Ecoturismo na Amazônia: estado do Acre

Turismo na Amazônia estado do Acre, é literal mente se embrenhar selva adentro para desbravar a maior floresta do planeta.

É um tipo de turismo emocionante, mas que exigem providências especiais. Neste artigo encontre respostas e dicas importantes para fazer um ecoturismo na Amazônia com segurança.

Como a nossa Amazônia é muito grande, neste post vou falar especificamente sobre o estado do Acre. Se você está determinado a praticar ecoturismo na Amazônia, o estado do Acre é o melhor destino.

Grande parte do seu território é de selva amazônica, onde se concentra o maior ecossistema do planeta. Espécies raras de plantas, animais selvagens, peixes e pássaros, habitam aqui.

Por isso é o destino mais procurado por cientistas, ambientalistas, biólogos e ecoturistas amantes da natureza selvagem. A Amazônia é de interesse mundial por ter a maior concentração de água doce e florestas do planeta.

Cada vez mais pessoas se interessam por turismo ecológico. Conhecer, preservar e respeitar a natureza é o que garante a nossa sobrevivência. Antes de se aventurar na floresta, considere fazer um seguro-viagem, um lugar desse a probabilidade de acontecer um imprevisto é alta.

Leia também:

Navegue pelo menu abaixo e saiba o que vai encontrar neste post

  1. Onde fica o estado do Acre?
  2. Qual é a capital do Acre?
  3. Como é o clima no estado do Acre?
  4. Como chegar ao estado do Acre.
  5. O que levar na bagagem
  6. Palácio Rio Branco – sede do governo do Acre
  7. Parque Nacional Chico Mendes.
  8. Museu da Borracha.
  9. Balneário Jarinal.
  10. Parque Nacional Serra do Divisor.
  11. Como chegar à Serra do Divisor.
  12. Hospedagem na Serra do Divisor.
  13. Mirante Serra da Jacirana.
  14. Cachoeira do Amor.
  15. Recomendações finais.

Turismo na Amazônia estado do Acre: principais recomendações

Ecoturismo é muito diferente de outros tipos de turismo, e os cuidados também, que valem para a prática de ecoturismo em qualquer lugar.

  • Faça um roteiro
  • Escolha o melhor horário
  • contrate um guia local
  • não toque em plantas que não conhece
  • Não perturbe, não persiga ou capture animais selvagens
  • Use equipamentos de segurança
  • Sempre carregue água
  • Observe as leis ambientais de cada localidade
  • Nunca faça ecoturismo sozinho

1. Onde fica o estado do Acre?

O estado do Acre está localizado na região norte do país, na tríplice-fronteira, Brasil, Bolívia e Peru. Faz fronteiras com  os estados do Amazonas e de Rondônia e com os países, Bolívia e Peru. Já foi motivo de muitas disputas entre os três países.

O Brasil comprou da Bolívia, parte em libras esterlinas e parte em territórios. O Estado do Acre pertence ao Brasil desde 1903.

2. Qual é a capital do Estado do Acre?

A capital é Rio Branco. Localizado no Vale do Acre, é cercada de rios e florestas, possui imensos parques de preservação ambiental, como, o parque Ambiental Chico Mendes.

Pra-todos-verem:Rio-Branco-capital-do-Acre-turismo-na-amazonia
Rio Branco – capital do estado do Acre – foto de marcelofaeferreira

Conta com praças, museus, boa rede hoteleira, churrascarias, bares e restaurantes. É o centro político, financeiro e administrativo do estado. Todos os procedimentos e assuntos administrativos do estado do Acre se concentram em Rio Branco. 

Embora seja urbanizada, Rio Branco pode ser considerada como ecoturismo, situada às margens do Rio Acre e rodeada pela floresta amazônica é o ponto de partida perfeito para a prática ecoturismo.

3. Como é o clima no estado do Acre?

Quente, muito quente. Com uma extensa bacia hidrográfica, um índice pluviométrico entre 2 300 e 5000 mm/ano, o clima é equatorial amazônico, significa que; é muito  quente e muito úmido.

Para fazer ecoturismo na Amazônia, no estado do Acre, dê preferência para os meses de maio a setembro, que é a época que chove menos. De outubro a abril chove praticamente todos dias.

4. Como chegar ao estado do Acre

Para chegar ao Estado do Acre, você pode utilizar qualquer meio de transporte, mas dependendo de onde você está, a preferência é viajar de avião até Rio Branco (capital).

No Acre tem 2 aeroportos internacionais; Aeroporto Internacional de Rio Branco (Plácido de Castro) e Aeroporto Internacional de Cruzeiro do Sul e vários outros menores para voos regionais.

O Aeroporto Internacional de Rio Branco fica a 25 km do centro, possui uma estrutura moderna, com opções de alimentação, serviços turísticos, bancários e compras.

5. O que levar na bagagem para ecoturismo na Amazônia

  • Documentos: Carteira de identidade atualizada (não serve cópia, nem autenticada)
  • Passaporte Mercosul, não é obrigatório, mas altamente recomendável caso você queira ir além das fronteiras com a Bolívia ou Peru. Como em todo lugar lá também tem estelionatários que podem alegar que seu documento não está de acordo e exigir propina para atravessar fronteiras.
  • Cartão de Vacinas em dia. Recomendável que tome todas as vacinas possíveis, uns 15 dias antes, principalmente para febre-amarela e febre tifoide, que são endêmicas nos estados do norte.
  • Repelentes: Como em todo ambiente de floresta tem muitos insetos, principalmente mosquitos vetores de doenças. Melhor evitar ser picado por mosquitos, principalmente o transmissor de malária, endêmicos na região.
  • Roupas: Roupas leves, calças compridas, camisetas de manga longa, roupas de tecido reforçado para andar nas trilhas, tem muita vegetação espinhosa e cortante.
  • Calçados: Reforçados e de cano alto para evitar acidentes com cobras e outros animais que habitam o solo.
  • Capa de chuva: A chuva no Acre não dá aviso, chove quando menos se espera.
  • Maleta de primeiros socorros: Não se deve praticar ecoturismo sem pensar em pequenas emergências, como arranhões, picada de insetos, uma dor de cabeça inesperada. Lembrando que possivelmente você estará longe de grandes centros.

Sua maleta deve conter:

  1. Soro fisiológico
  2. PVPI degermante e tópico (para limpeza de ferimentos) 
  3. Ataduras
  4. Pacotes de gaze 
  5. Micropore ou esparadrapo
  6. Analgésicos
  7. Medicamento para desarranjos gastrointestinais
  8. Medicamentos de uso contínuo

Conheça as principais belezas do Estado do Acre

Pelo seu rápido desenvolvimento, o estado do Acre vem se tornando um destino bastante procurado por turistas brasileiros e estrangeiros, com o objetivo de conhecer mais a região amazônica e prestigiar o turismo na Amazônia.

Além da capital Rio Branco, o turismo no Acre tem muita história a revelar, muitas paisagens a desbravar, cultura e arte para agregar conhecimento.

6. Palácio Rio Branco – sede do governo do Acre

Pra-todos-verem:Palacio-Rio-Branco-Acre
Palácio Rio Branco – sede do governo do Acre

É um magnífico edifício inspirado em arquitetura grega, onde hoje funciona a sede do governo do estado do Acre. Fica na Av. Getúlio Vargas, s/n – Centro, Rio Branco. Um lugar onde conta boa parte da história da cidade de Rio Branco. 

O palácio é aberto a visitação pública de segunda a sexta, das 8h às 18h, oferece tour guiado gratuito para conhecer seu interior.

O palácio conta não somente a história da formação do Acre, mas também a história de várias tribos indígenas brasileiras. Um passeio realmente surpreendente que deve fazer parte do turismo no Acre.

7. Parque Ambiental Chico Mendes – Rio Branco.

Pra-todos-verem: Parque-Ambiental-Chico-Mendes–Rio-Branco-Acre
Parque Ambiental Chico Mendes – Rio Branco – Acre

Nosso ecoturismo na Amazônia começa aqui. Um dos grandes parques de preservação ambiental do Estado do Acre é o Chico Mendes. É um antigo seringal, hoje área de preservação natural e educação ambiental.

O nome é em homenagem ao ambientalista Chico Mendes, reconhecido internacionalmente como grande defensor da Amazônia.

Este espaço abriga e reabilita animais feridos, doentes e apreendidos pelo Ibama. (Instituto Brasileiro do Meio Ambiente e dos Recursos Naturais Renováveis). São diversas espécies de animais nativos da região amazônica mais encontradas no Estado do Acre, tais como: 

Harpia (Gavião Real), Onça Pintada, Tamanduá Bandeira, Papagaio da Amazônia, Boto cor-de-rosa, várias espécies de macacos, Cobras Sucuris e aves de várias espécies.

Possui inúmeras trilhas para ver e apreciar os animais soltos na natureza. O viajante pode adquirir no local, belíssimos artesanatos feitos pelos nativos e indígenas.

Os artefatos são feitos com cipós, madeira, folhas de palmeira, látex e outras matérias-primas retiradas da floresta. São cestos, bijuterias, esculturas etc.

8. Museu da borracha – Rio Branco – Acre

Pra-todos-verem:Museu-da-borracha–Rio-Branco-Acre-fonte-https://agencia.ac.gov.br/museu-da-borracha
Museu da borracha – Rio Branco – Acre – fonte https://agencia.ac.gov.br/museu-da-borracha

Fundado no final dos anos 70, conta através do seu vasto acervo um pouco da história do início da exploração e descoberta da borracha no Estado do Acre.

Situado na avenida Ceará, n. 1144, no centro de Rio Branco. Com certeza é um lugar muito interessante para quem quer conhecer o ecoturismo na Amazônia.

Estão expostos armamentos e uniformes usados pelo exército na época da revolução Acreana, acessórios e utensílios originais usados pelos seringueiros, na exploração da borracha, jornais e revistas da época que relatam os fatos da atividade extrativista.

9. Brasileia – Balneário Jarinal

Pra-todos-verem:Balneario-Jarinal-Brasileia-Acre
Balneário Jarinal – Brasiléia- Acre

Este maravilhoso balneário fica localizado no ramal da Esperança, km 05. O acesso é pela BR 317 (estrada transpacífica) No Estado do Acre.

Tem boa estrutura com chalés para passar a noite e restaurantes, sendo o Balneário Restaurante Jarinal, o mais famoso da região com música ao vivo.

Brasileia tem outros balneários como o Balneário Cumarurana com bar, restaurante e chalés. Conhecer os balneários de Brasileia, faz parte do roteiro de ecoturismo na Amazônia.

10. Parque Nacional da Serra do Divisor – Cruzeiro do Sul 

Pra-todos-verem:Parque-Nacional-da-Serra-do-Divisor-AC
Parque Nacional da Serra do Divisor – Acre

Localizado na fronteira com o Peru, o território é distribuído pelos municípios de Cruzeiro do Sul, Mâncio Lima, Marechal Thaumaturgo e Rodrigues Alves. É o quarto maior parque nacional brasileiro. e o local de maior biodiversidade da Amazônia.

Criado em 16 de junho de 1989. Desconhecido pela maioria dos brasileiros. É o destino de ecoturismo na Amazônia mais procurado da região.

O Parque Nacional da Serra do Divisor é uma reserva riquíssima, dotada de muitas belezas naturais, cachoeiras, montanhas, florestas, muitas trilhas.

É um dos locais com maior biodiversidade do mundo, a beleza natural do Parque Nacional da Serra do Divisor, é hipnotizante, Com cachoeiras, trilhas e mirante, é um dos melhores destinos para quem deseja fazer ecoturismo na Amazônia.

É administrado pelo ICMBio (instituto de conservação da biodiversidade) Por enquanto não é cobrado ingressos para visitação como em outras áreas de preservação.

11. Como chegar ao parque da Serra do Divisor

Pra-todos-verem:Parque-Nacional-da-Serra-do-Divisor-AC
Parque Nacional da Serra do Divisor – Acre

Para chegar ao parque é preciso chegar à cidade de Cruzeiro do Sul. o voo parte de Rio Branco( capital do Estado do Acre) e dura cerca de 50 min. De barco o acesso ao parque é feito pelos rios Moa e Japin até a serra.

O percurso dura de 8 a 10 horas, dependendo da época do ano. É um local é de difícil acesso, não tem infraestrutura turística, possui uma única pousada, com lotação limitada ou barraca no camping.

Por via terrestre o acesso é feito a partir da cidade de Mâncio Lima pela BR 364. É recomendável se abastecer de água e alimentos na cidade de Cruzeiro do sul antes de embarcar.

O local é muito frequentado por turistas estrangeiros com o intuito de praticar ecoturismo na Amazônia, fazer pesquisas e descobertas científicas, observação da flora e da fauna e sítios arqueológicos.

Na capital Rio Branco ou na cidade de Cruzeiro do Sul você deve contratar um agente especializado em ecoturismo local.

Nem pense em se aventurar numa trilha sem guia. O risco de encontrar animais selvagens e se perder, é muito alto.

Durante a viagem de barco evite ingerir alimentos que provocam desarranjos intestinais ou diurese. São muitas horas de viagem e parar para satisfazer essas necessidades, é complicado.

12. Hospedagem na Serra do Divisor

Na última fronteira do Brasil, tem uma única pousada no local, bem rústica, mas serve bem. Fazer ecoturismo na Amazônia, não tem como exigir luxo. Também tem a opção de acampar. viste a página no Facebook pousada do miro–Serra do Divisor e tenha informações completas.

13. Mirante Serra da Jacirana – Parque da Serra do Divisor.

Fica a 500 metros de altitude. Oferece maravilhosa vista do parque, um espetacular pôr do sol. É um dos lugares mais bonitos do ecoturismo na Amazônia.

Pra-todos-verem:Mirante-Serra-da-Jacirana–Parque-da-Serra-do-Divisor-Acre. Ecoturismo na Amazônia.
Mirante Serra da Jacirana–Parque da Serra do Divisor – Acre

Para chegar até lá é preciso enfrentar uma caminhada de uns 20 minutos, é uma subida muito íngreme.

Nada que faça desanimar um autêntico aventureiro que ama praticar ecoturismo. Esta é a maravilhosa vista que você ira deslumbrar do mirante.

14. Cachoeira do amor– Parque da Serra do Divisor

O ecoturismo no local tão pouco explorado, que a Cachoeira do Amor só foi descoberta pelos nativos em 2010 e existem ainda várias a serem descobertas e catalogadas. Só é possível chegar com guia.

Veja neste vídeo, publicado por ‘Noticias do Acre’, relevantes informações sobre a região e sugestões para fazer turismo seguro.

15. Recomendações finais

Antes de embarcar para reservas florestais,  informe-se a respeito das leis ambientais do local. Em todas as reservas é proibido, retirar plantas para qualquer finalidade sem licença, apreender ou caçar animais.

Gera multas e/ou prisão. Não porte armas de fogo, arapucas, qualquer tipo de armadilhas ou estilingues. No percurso do rio tem um posto de fiscalização do exercito que vistoria toda a bagagem.

Vamos prestigiar e propagar o ecoturismo na Amazônia. Compare e compres passagens aéreas com PassagensPromo para qualquer lugar do Brasil e do mundo.

Veja também:

  

Gostou do conteúdo?

Avalie a seguir

Média da classificação 0 / 5. Número de votos: 0

Nenhum voto até agora! Seja o primeiro a avaliar este post.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *