Pular para o conteúdo

Jalapão Tocantins: como chegar, onde comer, pousadas, pacotes turísticos

Anúncios

Se você procura o que fazer no Jalapão, é porque como eu, você ama ecoturismo. Essa região do cerrado brasileiro, no estado do Tocantins, é um dos destinos mais surpreendentes e pouco explorados do país. É o paraíso do ecoturismo.

O difícil acesso manteve o Jalapão longe dos turistas por um longo período. Com suas belas paisagens mostradas na novela “O outro lado do Paraíso” despertou interesse e o turismo cresceu exponencialmente.

Com uma área de cerca de 400 acres, o Jalapão abriga diversas áreas de preservação, entre elas o Parque Estadual do Jalapão. O cenário é de tirar o fôlego: dunas douradas, cachoeiras cristalinas, fervedouros, chapadões, rios e veredas.

É um lugar perfeito para quem ama ecoturismo e aventura, e quer se desconectar da rotina urbana. No Parque Estadual do Jalapão, vive uma comunidade de quilombolas descentes de povos escravizados no triste período da nossa história.

Neste post, vamos te contar tudo o que você precisa saber para planejar a sua viagem ao Jalapão Tocantins: onde fica, como chegar, quando ir, quais os principais pontos turísticos, onde ficar, onde comer e quais as melhores agências de turismo. Vem com a gente nessa jornada pelo Jalapão!

Anúncios

Pra-todos-verem:Parque-Estadual-do-Jalapao-TO
Parque Estadual do Jalapão – TO

Leia também:

Sumário do post

O que fazer no Parque Estadual do Jalapão: Onde fica

O Parque Estadual do Jalapão está localizado no município de Mateiros, no extremo leste do Tocantins, a cerca de 200 km de distância de Palmas, região norte do Brasil, onde faz divisa com a Bahia, Maranhão e Piauí.

A área mais turística do Jalapão abrange os municípios de Novo Acordo, Ponte Alta, Mateiros e São Félix. É nessa região onde estão concentrados os principais pontos turísticos e roteiros do Jalapão.

Pra-todos-verem:Parque-Estadual-do-Jalapao-TO
Parque Estadual do Jalapão – TO

Como chegar ao Parque Estadual do Jalapão

Não tem aeroporto nas proximidades do Jalapão, só é possível chegar por estrada. O jeito mais viável é ir de avião até Palmas que recebe voos diretos de Brasília, São Paulo e Goiânia.

Os visitantes que vêm de outras regiões do Brasil terão que fazer conexão numa destas cidades. Consulte preços de passagens aéreas para Palmas no site PassagensPromo.

Partindo de Palmas, a principal via de acesso é a rodovia TO-030 até Santa Tereza do Tocantins, e depois a rodovia TO-130 até Ponte Alta.

Em seguida viajar de carro até Ponte Alta do Tocantins a 190 km de Palmas por estrada asfaltada. Depois de Ponte Alta do Tocantins, as estradas que seguem para o Parque Estadual do Jalapão são de terra e areia.

Por isso um 4×4 é o veículo mais indicado. As estradas exigem muita habilidade do motorista e quase não tem sinalização.

O roteiros mais escolhidos pelos viajantes é circular que passa pelas cidades em torno do parque: o povoado de Mateiros, onde fica a maior parte do atrativos do Jalapão, a 160 km de Ponte Alta, Novo Acordo, a 110 km de Palmas pelo asfalto e São Félix do Tocantins a 90 km de Mateiros e 150 km de Novo Acordo.

Em Palmas ou qualquer das cidades em torno do Parque Estadual do Jalapão, você encontra guias experientes. Você pode alugar um carro em Palmas ou contratar uma agência de turismo que ofereça o transporte e os passeios inclusos.

Pra-todos-verem:O-que-fazer-no-Jalapao-Parque-Estadual-do-Jalapao-TO
Parque Estadual do Jalapão – TO

Melhor época para visitar o Parque Estadual do Jalapão

Os meses de seca, de maio a setembro são melhores, pois as estradas são mais fáceis de navegar e a maioria das trilhas e atrações estão abertas, mas a umidade do ar fica mais baixa, exigindo mais cuidado com a hidratação.

Chove de outubro a abril. Nesse período, as cachoeiras ficam mais volumosas e as paisagens mais verdes. Porém, pode haver estradas alagadas ou interditadas.

O ideal é consultar a previsão do tempo antes de viajar e levar roupas adequadas para cada estação.

O que você precisa saber antes de ir ao Jalapão

  • Ande sempre com o carro abastecido e com combustível extra. Entre as cidades que compõem o Jalapão você não vai encontrar absolutamente nada, nem combustível, comida ou água.
  • Na maioria dos locais não tem sinal de internet, sinal de celular e nem telefone público, isolamento total, portanto é muito importante nunca estar só.
  • Só dirija durante o dia. As estradas são de terra ou areia, com muitos buracos e ainda há o risco de animais silvestres atravessarem a pista.
  • Usar protetor solar e repelente somente nas trilhas, nos fervedouros é proibido.
  • Carregue dinheiro em espécie, poucos lugares aceitam cartão de crédito e não tem caixas eletrônicos

O que levar na mala para visitar o Jalapão

Quem pratica ecoturismo tem que estar sempre prevenido, mas sem carregar excesso de peso, utilizar sempre mochilas e não mala de rodinhas, de preferência impermeáveis. Para evitar perrengues durante cuide para que sua bagagem contenha os seguintes itens:

  • Roupas leves
  • Roupas de banho
  • medicamentos de uso pessoal, incluindo analgésicos e antialérgicos
  • Produtos de higiene pessoal (as pousadas não fornecem)
  • Toalhas
  • Casaco leve, faz muito calor no Jalapão, mas à noite esfria um pouco.
  • Câmera fotográfica normal e subaquática
  • Boné ou chapéu e óculos de sol
  • Calça comprida, blusa de manga longa e calçado reforçado para trilha
  • Chinelo ou sapatilha para entrar na água
  • protetor solar
  • Repelente contra insetos (imprescindível)
Pra-todos-verem:Parque-Estadual-do-Jalapao-TO
Parque Estadual do Jalapão – TO

Quanto custa visitar o Jalapão?

Existem 3 categorias de pacotes a escolher: econômico, intermediário e o mais confortável. Os roteiros são de 3,5 e 6 dias, as agência vendem pacotes fechados com transporte, passeios com guia, alimentação e hospedagem, não inclui bebidas.

Para pequenos gastos do dia, entre R$200,00 e R$300,00 são suficientes, já que o restante está incluso no pacote. Neste post você encontrará algumas indicações. Em junho de 2023 os preços dos pacotes nas agências variam entre R$2.699,00 para 3 dias, R$2.949,00 para 5 dias e R$3.399,00 para 6 dias por pessoas.

Este preço pode variar de acordo com a temporada, mas dá para se ter uma base. Se você já conhece o jalapão ou está viajando com quem já conhece, este custo pode ser bem menor.

Você também pode contratar apenas os passeios com guia e o carro 4×4 escolher sua pousada e restaurante em Palmas ou nas cidades em torno do Parque Estadual do Jalapão. A estes custos, acrescente o valor das passagens aéreas.

O que fazer no Jalapão principais pontos turísticos

O Jalapão tem tantas atrações que fica difícil escolher quais visitar. Por isso, recomendamos que você reserve pelo menos cinco dias para conhecer bem a região.

As principais atrações do Jalapão estão entre as três cidades base. Confira aqui alguns dos pontos turísticos imperdíveis do Jalapão:

Assistir o pôr do sol nas Dunas do Parque Estadual do Jalapão 

São formações de areia dourada que chegam a 40 metros de altura que ficam dentro do parque. Parece uma montanha de ouro! Elas se formam pela erosão das serras e são levadas pelo vento até o vale do rio Novo.

O visual é incrível, especialmente no final da tarde, quando o sol se põe atrás das dunas e cria um espetáculo de cores. É um dos maiores espetáculos do Jalapão. 

Pra-todos-verem:Por-do-sol-Parque-Estadual-do-Jalapao
Pôr do sol no Parque Estadual do Jalapão

Flutuar e mergulhar nos Fervedouros

São nascentes de rios subterrâneos que formam poços de água transparente e areia branca, onde você não afunda, ainda que se esforce para isso, devido à pressão da água que brota do solo.

É uma sensação única de flutuar em meio à natureza. São um oásis no cerrado, é a maior savana da América do Sul. Para entrar nos fervedouros é limitado o número de pessoas por vez, para evitar lotação no Rio do Sono.

É proibido usar protetor solar, cremes para proteger o meio ambiente e não poluir os rios. Tem mais de 20 fervedouros do Jalapão, mas nem todos estão expostos à visitação pública.

Os fervedouros mais conhecidos são:

  • Rio Sono
  • Ceiça
  • Jatobá
  • Por Enquanto
  • Capão Grande
  • Bela Vista
  • Alecrim
  • Macaúbas
  • Buriti

Fervedouro do Rio Sono

É um dos mais completos do Jalapão, situado em Mateiros, tem boa infraestrutura, com estacionamento, restaurante self service de comida caseira.

O Rio Sono é formado por várias nascentes, cercado de natureza preservada, é um lugar maravilhoso para curtir sem pressa. O acesso é fácil e não precisa percorrer trilhas. 

Pra-todos-verem:Fervedouro-Rio-Sono-Jalapao-T0
Fervedouro Rio Sono – Jalapão – T0

Fervedouro do Ceiça

Fica na cidade de Mateiros. É um dos mais famosos e o primeiro a ser descoberto no Jalapão, a paisagem é pitoresca, no meio de um bananal, piscina natural de águas cristalinas, azuis e transparentes.

O acesso é uma trilha fácil. A primeira vez que a gente entra num fervedouro a sensação é bem engraçada com a água te empurrando para a superfície. Não pode ficar de fora da sua lista do que fazer no Jalapão.

Conhecer e se refrescar nas cachoeiras

Algumas das cachoeiras mais visitadas da região ficam nas cidades que abrangem o Jalapão e em Palmas, que com certeza as agências de turismo irão te levar para conhecer.

Dentro do Parque estadual do Jalapão tem várias, inclusive a mais bonita da região. As principais são:

Cachoeira da Velha

É a maior cachoeira do Parque Estadual do Jalapão, com 100 metros de largura e 15 metros de altura. A força da água impressiona e forma uma cortina de gotas que reflete o sol.

A Cachoeira da Velha recebe as águas do Rio Novo. Fica dentro do parque, no Rio Novo, é uma das principais atrações da região.

Há uma passarela de madeira que permite chegar bem perto da cachoeira e apreciar a vista. Você tem a opção de apreciar a atração pelo mirante, passarela que leva até uma escadinha na parte inferior da cachoeira ou fazendo rafting pelo rio Novo.

O rafting precisa ser agendado, a embarcação passa pela cachoeira, para apreciar a cachoeira por completo. Por causa do grande volume d’água, não é possível nadar na cachoeira da Velha que é conhecida como “Mini Cataratas do Iguaçu”.

Pra-todos-verem:Cachoeira-da-Velha-Parque-Estadual-do-Jalapao-T0
Cachoeira da Velha – Parque Estadual do Jalapão – T0

Cachoeira do Lajeado

Uma paisagem incrível para fazer fotos, a cachoeira é linda, dá para caminhar sobre ela, como numa laje. Para descer até o poço é bem complicado.

A descida é bem íngreme e cheia de raízes entrelaçadas, é preciso descer descalço e segurar na corda de apoio. O visual é recompensador, o poço é raso e cristalino. 

Cachoeira das Araras

Esta cachoeira fica na zona rural de São Félix a cerca de 20 km de do centro da cidade. O acesso é pela rodovia TO-030 que liga Palmas ao Jalapão.

Fica em propriedade particular e é cobrado uma pequena taxa de entrada. A cachoeira é pequena, mas muito bonita, a água é bem gelada, um bom refresco para o calor do Jalapão.

Tem acesso fácil através de uma ponte de madeira e pode se chegar ao poço sem grande esforço. Tem um restaurante na área que serve comida caseira muito gostosa, precisa agendar.

Antes de chegar à cachoeira, passe no restaurante e agende seu almoço. A parada nesta cachoeira é melhor na saída de São Félix em direção a Palmas.

Pra-todos-verem:Cachoeira-das-Araras-Jalapao-TO
Cachoeira das Araras – Jalapão – TO

Cachoeira do Formiga

Fica na rodovia TO-110. É uma das cachoeiras mais bonitas do Jalapão, com uma queda d’água de 6 metros e uma piscina natural de água verde-esmeralda.

Tem cerca de 2,50 m de profundidade. É formada pelas corredeiras do Rio Formiga, que dá nome à cachoeira.

A água é tão cristalina que dá para ver os peixes e as pedras no fundo. A queda d ‘água forma uma espetacular piscina natural, é um lugar perfeito para nadar, mergulhar, se refrescar e relaxar.

O tom azul é dado pela grande pedra no fundo, que você poderá ver, se mergulhar.

A Cachoeira da Formiga fica em propriedade particular, é cobrado uma taxa de R$25,00 a entrada para ajudar na preservação, é uma das mais belas do parque.

No local também tem uma área de camping, R$50,00 a diária. Tem estacionamento e bar próximo que dá para fazer um lanche.

Pra-todos-verem-Cachoeira-do-Formiga-Parque-Estadual-do-Jalapao-TO
Cachoeira do Formiga – Parque Estadual do Jalapão – T0

Conhecer o maravilhoso Cânion do Sussuapara e a Cachoeira dos Desejos

Cânion do Sussuapara é pequeno que se desenvolveu em meio ao cerrado, fica a 12km do município de Ponte Alta. A partir da recepção, a trilha é pequena, tem passarelas de madeira, fácil de percorrer.

Na recepção você paga R$20,00 de entrada em 2023. O nome do cânion deriva da grande quantidade de veador Sussuapara (veado Galheiro) que existem no local.

A fauna presente é bem diversificada e os visitantes geralmente têm o privilégio de encontrar com alguns deles. Dentro do cânion tem uma pequena cascata denominada Cachoeira dos Desejos que torna a paisagem ainda mais linda.

O som da água que cai das pedras e corre pelo solo, o canto dos pássaros e o cenário da vegetação e das raízes que descem pela rochas, tornam esse lugar, mágico!

Das paredes rochosas brotam nascentes e descem filetes de água pura que escorrem pelo leito do riacho. É cercado de misticismo por causa das pedras brancas nas paredes e fundo do cânion.

Diz a lenda que quem pegar uma pedra no chão e fixá-la na parede do cânion pode fazer um pedido que se tornará realidade.

Pra-todos-verem:Canion-do-Sussuapara-Parque-Estadual-do-Jalapao-TO
Cânion do Sussuapara – Parque Estadual do Jalapão – TO

Assistir ao maravilhoso pôr do sol na Pedra Furada

É outra formação rochosa que chama a atenção no Jalapão. A Pedra Furada fica em propriedade particular, a cerca de 35 km de Ponte Alta do Tocantins.

Ela tem vários buracos e fendas que foram esculpidos pela ação do vento e da chuva ao longo dos anos. O lugar é ideal para assistir ao pôr do sol, que ilumina as pedras com tons dourados e avermelhados.

É um monumento esplêndido de proporções gigantescas. Proporciona fotos memoráveis.

Pra-todos-verem:Pedra-Furada-Parque-Estadual-do-Jalapao-TO
Pedra Furada – Parque Estadual do Jalapão – TO

Fazer trilhas e nas belíssimas paisagens da Serra do Espírito Santo 

É uma formação rochosa que se destaca na paisagem do Jalapão. É possível subir até o topo da serra por uma trilha de 2 km, que exige um pouco de esforço físico.

A recompensa é uma vista panorâmica de tirar o fôlego, especialmente no nascer ou no pôr do sol. Lá de cima, você pode ver as dunas, os rios e a vegetação do cerrado.

São cerca de 30 km de estrada arenosa, partindo de Mateiros até o início da trilha bem íngreme de 500 metros.

Até o mais preparado aventureiro tem que parar para descansar nos banquinhos dos pontos de parada e apelar para os corrimãos.

Quem optar pelo horário da manhã tem que sair bem cedo, às 4 horas da manhã. Neste horário a temperatura está amena e dá para apreciar o maravilhoso nascer do sol.

De cima do mirante você vai se deleitar com a paisagem intocada, cortada de rios, riachos, lagoas com praias de areia branquinha.

Quem escolher o horário da tarde tem que sair a partir das 16 horas, quando a temperatura está declinando. Aí a recompensa é ver o pôr do sol sobre as dunas alaranjadas.

Pra-todos-verem:Serra-do-Espriito-Santo-Parque-Estadual-do-Jalapao-T0
Serra do Espírito Santo – Parque Estadual do Jalapão – T0

Nadar e curtir a Prainha do Rio Novo

Uma delícia de praia ribeirinha, água limpa, que fica perto da Comunidade Quilombola do Rio Novo. Uma região bem preservada, pouco explorada pelo turismo.

Um dos poucos lugares do Brasil que vive o pato mergulhão, que só vive e procria em sistemas extremamente limpos.

Percorrendo o Rio Novo de caiaque ou praticando rafting, você vai apreciar a maravilhosa Cachoeira da Velha. Um lugar maravilhoso para passar o dia, mas não tem barracas, é preciso levar comida.

Faz parte do roteiros das agências de turismo do Jalapão. Fica nas proximidades da Cachoeira da Velha. Saindo do Rio Novo você vai encontrar um restaurante pitoresco, perfeito para assistir ao pôr do sol.

Você pode tirar lindas fotos nos balanços, tendo ao fundo a magnífica paisagem. As águas refrescantes do Rio Novo são um convite ao banho relaxante durante a viagem até as Dunas.

É aconselhável não atravessar o rio para a outra margem, apesar da aparência calma, o Rio Novo tem fortes correntezas.

Pra-todos-verem:Prainha-do-Rio-Novo-Parque-Estadual-do-Jalapao-T0
Prainha do Rio Novo – Parque Estadual do Jalapão – T0

Conhecer a Comunidade Mumbuca e comprar artesanatos de capim dourado

Artesanato de capim dourado é uma tradição na região do Jalapão. Nas mãos dos hábeis artesãos o capim dourado se transforma em cestas, vasos, chapéus, brincos, pulseiras, abajures e outros objetos de decoração.

Em Mateiros, na comunidade do Mumbuca é onde você vai encontrar a maior variedade de artefatos de capim dourado.

É uma vila de descendentes de quilombolas, que preservam a cultura e a tradição do artesanato feito com capim dourado, uma planta típica do cerrado.

A produção de artesanato exclusivo da comunidade se iniciou pela necessidade de sobrevivência da população. artesanato feito de capim dourado.

Fez tanto sucesso, que hoje o artesanato feito de capim dourado é exportados para todos os países. É possível conhecer os artesãos, comprar as peças e aprender sobre a história e a identidade do povo do Jalapão.

Pra-todos-verem:Artesanato-de-capim-dourado-Jalapao-T0
Artesanato de capim dourado – Jalapão – T0

Onde ficar no Jalapão

A região do Jalapão tem boas opções de hospedagem, suficientes para atender aos diferentes perfis de viajantes.

A maioria delas fica no município de Mateiros, Ponte Alta e São Félix, que são as principais bases para explorar o Jalapão. Há desde pousadas simples e rústicas. Algumas sugestões de onde ficar no Jalapão são:

  • Pousada Águas do Jalapão. Fazenda Santa Ângela, TO 255, km 131, Ponte Alta, Tocantins. Essa pousada oferece quartos com ar-condicionado, TV, frigobar e wi-fi. A pousada também tem piscina, restaurante, bar e estacionamento. O café da manhã está incluso na diária.
  • Pousada e Restaurante Mãe e Filhas. Rua Raimundo rua Lemos, Quadra 50 Lote 01 A, Centro, Mateiros, Tocantins. Esta pousada oferece quartos com ar-condicionado, TV, Wi-fi, frigobar, cozinha privativa com todos os utensílios e banheiro privativo. Conta com bar, cafeteria. Oferece serviços de lavanderia. Aceita pets.  O café da manhã está incluso na diária.
  • Pousada Cristal Dourado. Perto da Rua Nove, Mateiros, Tocantins. Pousada excelente que oferece quartos com ar-condicionado, frigobar, TV, Wi-fi, isolamento acústico e banheiro privativo. Conta com bar, restaurante, piscina, estacionamento gratuito. Aceita pets sem custo. Oferece café da manhã.
  • Pousada Beira da Mata Jalapão. TO-255, Chácara Bom Sossego, s/n, Mateiros, Tocantins. Pousada espetacular, os quartos têm ar-condicionado, frigobar, TV, Wi-fi, mesa de trabalho e banheiro privativo. Conta com bar, restaurante, Spa, estacionamento gratuito e café da manhã incluso na diária.
  • Pousada Recanto do Jalapão. Avenida Tocantins, s/n lote 09, quadra 41, Mateiros, Tocantins. Ótima localização. Os quartos oferecem ar-condicionado, frigobar, TV a cabo, Wi-fi, purificador de ar e banheiro privativo. Dispõe de bar, restaurante e estacionamento gratuito. Café da manhã incluso na diária.
  • Pousada Bela Vista de Mateiros. Rua Antônio Antenor, QD 03, LT 23, próximo ao Posto de Saúde, Mateiros, Tocantins. ótima localização, os quartos oferecem ar-condicionado, TV de tela plana, Wi-fi e banheiro privativo. Oferece estacionamento gratuito e café da manhã incluso na diária.

Você pode conferir estas e outras pousadas de acordo com o seu perfil acessando o Booking.

Pra-todos-verem:Pousada-Cristal-Dourado-Jalapao-T0
Pousada Cristal Dourado – Jalapão – T0

 Onde comer no Jalapão

A culinária do Jalapão é típica do cerrado brasileiro, com pratos à base de peixe, carne seca, pequi, mandioca, milho e frutas regionais.

Há poucos restaurantes na região, mas eles servem comida saborosa e farta. Alguns lugares para comer no Jalapão são:

  • Restaurante Espetos Grill. Avenida Albeni Ferraz Machado, n. 398, Ponte Alta do Tocantins. Telefone:63 98501-0789. Ótima opção para quem gosta de espetinhos de carne, frango, queijo e outros.
  • Restaurante Recanto do Cerrado. Km 30, Mateiros, Tocantins. Telefone 63 99994-4377. localizado no Fervedouro do Buritizinho, em Mateiros, esse restaurante oferece pratos típicos do cerrado, como galinha caipira, carne de sol e peixe frito.
  • Restaurante do Fervedouro das Macaúbas. Localizado no Fervedouro das Macaúbas, em São Félix, esse restaurante serve comida caseira e saborosa, com destaque para o chambaril (cozido de perna de boi) e o arroz com pequi.
  • Cachoeira das Araras e Restaurante. Localizado na Cachoeira das Araras, em São Félix do Tocantins. Esse restaurante é um dos mais elogiados do Jalapão. O cardápio é variado e inclui pratos como estrogonofe de legumes na moranga, costela na brasa, peixe assado e saladas.
  • Restaurante Jalapão. Avenida Tocantins Quadra 14, Lote 5, São Félix do Tocantins. Telefone 63 9964-7218. Fica perto do Fervedouro da Ceiça na pousada do Irá. Serve comida brasileira e sul-americana.
Pra-todos-verem:Prato-a-base-de-peixe
Prato a base de peixe

Agências de turismo no Jalapão 

Uma das formas mais práticas e seguras de conhecer o Jalapão é contratar uma agência de turismo que ofereça pacotes completos com transporte, hospedagem, alimentação e passeios.

Assim, você não precisa se preocupar com nada e pode aproveitar ao máximo a sua viagem. Há várias agências de turismo no Jalapão que oferecem diferentes tipos de roteiros e serviços.

  • Korubo Safari Camp. Rodovia TO 245, Lote 09, Loteamento Ponte Alta 3ª Etapa, Mateiros. Telefone: 11 4063-1502. Esta agência é conhecida por seus safaris de aventura no Jalapão. É uma das preferidas, oferece pacote All inclusive que inclui transporte, alimentação, transfer do aeroporto, acomodação e passeios.
  • Jalapão 100 Limites. Quadra 212 Norte, Alameda 3, Lote 3 Palmas, Tocantins. Telefones 63 3215-0477 e 63 98403-7999. Essa agência é uma das mais tradicionais e experientes do Jalapão. Ela oferece pacotes de 3 a 7 dias, com saídas regulares ou privativas, em veículos 4×4 equipados e confortáveis. Os pacotes incluem hospedagem em pousadas ou acampamentos, alimentação completa, lanches durante os passeios, guias credenciados e seguro viagem. A agência também tem opções de passeios personalizados, de acordo com o perfil e o interesse do cliente. 
  • Jalapão selvagem. Rua T 13, Qd 26, Lt 05, Santa Fé, Palmas, Tocantins. Telefone: 63 9 8401-4222. Essa agência é especializada em ecoturismo e aventura no Jalapão. Ela oferece pacotes de 4 a 6 dias, com saídas regulares ou privativas, em veículos 4×4 adaptados e seguros. Os pacotes incluem hospedagem em pousadas ou acampamentos, alimentação completa (café da manhã, almoço e jantar), lanches durante os passeios, guias qualificados e seguro-viagem. A agência também tem opções de passeios personalizados, como rafting, canoagem, rapel e trilhas.
  • Jalapão Oficial. Telefone 63 99114-5985. Esta agência oferece transporte, passeios, hospedagem e alimentação. Saídas a partir de Palmas, busca e leva o visitante nos hotéis ou pousadas.
  • Jalapão Ecolodge. Rodovia TO 030, km 130, São Félix do Tocantins. Telefone: 63 3214-5267. Essa agência é uma opção mais sofisticada e sustentável com hospedagem própria para conhecer o Jalapão. Oferece pacotes de 3 a 5 dias, com saídas regulares ou privativas, em veículos 4×4 confortáveis e modernos. Os pacotes incluem hospedagem no Jalapão Ecolodge, um hotel ecológico que fica em São Félix, alimentação completa (café da manhã, almoço e jantar), lanches durante os passeios, guias especializados.
  • Veredas do Jalapão. Com saída em Palmas esta agência oferece roteiros de 3 a 6 dias, pacote completo com transportes, alimentação, hospedagem e passeios no Jalapão e em Palmas. 
  • Diego Tour. Avenida Liberalino Mascarenhas, s/n, Setor Água Limpa, Ponte Alta do Tocantins. Telefone: 63 99114-5347. Possui pousada própria, oferece pacote completo de 2 a 6 dias com carros novos e guias experientes. 

Esperamos que este guia ajude você a planejar sua viagem e a aproveitar ao máximo sua visita a este lugar maravilhoso. Faça um seguro viagem, em qualquer passeio, mas principalmente em passeios ecológicos, imprevistos podem acontecer, você e sua família precisam estar seguros em caso de algum sinistro.

Se você gosta de ecoturismo veja outros assuntos que podem te interessar:

ENCONTRE SUA HOSPEDAGEM

Compartilhe nas redes sociais:

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *