Pular para o conteúdo

O que fazer em Alter do Chão: dicas para se dar bem na primeira viagem

Conheça a Amazônia e descubra tudo o que fazer em Alter do Chão, suas maravilhosas praias, cultura e a magnífica Selva Amazônica.

Se você pensa que na Amazônia só tem índios, florestas e rios, vai se surpreender com lindas praias de água doce e paisagens que são únicas no planeta.

A Amazônia abrange vários estados e países vizinhos ao Brasil, e em todas as regiões você vai encontrar muitas atrações, mas o nosso destaque neste post é Alter do Chão.

Alter do Chão disputa pau a pau com Fernando de Noronha, o título de um dos destinos mais bonitos do Brasil, e representa a Amazônia no turismo nacional como um dos destinos mais cobiçados da atualidade.

Vale lembrar que é um eco turismo, afinal estamos na Amazônia, cercado de florestas, lagos e imensos rios. A estrutura para turistas é excelente, muitas opções de hospedagens e até hotel na selva.

Esqueça grandes avenidas movimentadas, cheia de lojas, calçadões, grandes shoppings, aqui a atração é a natureza, tudo gira em torno dela.

Outra atração muito importante em Alter do Chão é a autêntica culinária paraense, o açaí, o pato no tucupi, a caldeirada, e os peixes amazônicos pescados na hora, são delicias que nos convidam ao pecado da gula.

Leia também:

O que fazer em Alter do Chão roteiro completo

Pra-todos-verem:O-que-fazer-em-Alter-do-Chao-Santarem-PA

Quem visita Alter do Chão não está interessado somente em praias, mas para ter interação perfeita com a nossa joia mais preciosa que é a Amazônia.

Como é uma viagem que tem que ser bem programada, te sugiro ler todos os tópicos para ficar o mais bem informado possível. Se você ama ecoturismo, a Amazônia é um dos melhores lugares para viajar no Brasil.

Fique por dentro das informações mais importantes, baseadas nas nossas experiências da viagem recente que fizemos pela Amazônia. Então veja na lista abaixo todos os assuntos abordados neste post:

  1. Alter do Chão onde fica
  2. Melhor época para visitar Alter do Chão
  3. Alter do Chão como ir
  4. O que levar na mala para uma viagem pela Amazônia
  5. Onde se hospedar
  6. Principais atrações de Alter do Chão
  7. Centro da Vila
  8. Ilha do Amor
  9. Lago Verde
  10. Morro da Piraoca
  11. Rio Arapiuns
  12. Ponta do Cururu
  13. Praia Ponta de Pedras
  14. Cidade de Belterra
  15. Floresta Nacional do Tapajós – Trilha Samaúma
  16. Pesca em Alter do Chão
  17. Pacote de viagem para Alter do Chão
  18. O que fazer à noite em Alter do Chão 

Alter do Chão onde fica

A vila de Alter do Chão é um distrito da cidade de Santarém, no estado do Pará. Fica a cerca de 35 quilômetros de Santarém, mais ou menos meia hora de carro e a cerca de 1221 km de Belém capital do Pará, cerca de 21 horas de viagem.

Alter do Chão quando ir: acerte a época certa

Pra-todos-verem:Alter-do-Chão-Santarem-PA

A melhor época para ir a Alter do Chão é no verão amazônico, de agosto a dezembro, considerado alta temporada. Na estação chuvosa (inverno amazônico), Alter do Chão fica parcialmente inundada.

Para ser vista em todo o seu esplendor, o volume dos rios tem que estar baixo. No verão também ocorre chuva, mas não a ponto de encher os rios e encobrir as praias.  

Se o seu objetivo for conhecer a exuberância dos igapós alagados, escolha a temporada de chuva, entre dezembro e maio.

Para curtir as praias e avistar os animais selvagens, vá entre junho e novembro e para curtir a festa do Çairé, programe sua viagem para setembro.

Alter do Chão como ir

Santarém é o ponto de partida para Alter do Chão Pará. No momento somente Belém, Manaus e Brasília têm voos diretos. De outras localidades é preciso chegar a Belém. De Belém a Santarém tem 4 opções para chegar:

De avião

É a maneira mais prática, Santarém fica a mais ou menos 700 km de Belém em linha reta, aproximadamente 1h48m de voo.

Custa entre R$319,00 a R$2.300,00 em 05/2022 de acordo com o dia, distância e horário que você comprar a passagem. De Santarém a Alter do Chão é preciso pegar táxi, ônibus ou alugar carro no aeroporto.

Pra-todos-verem:Aeroporto-de-Santarem
Aeroporto de Santarém

De carro

Não é a maneira mais econômica, partindo de Belém, fica mais caro que a passagem aérea, mais de 2 dias de viagem, difícil precificar porque o preço dos combustíveis varia muito, mas custaria em média em 05/2022 R$3.000,00 dependendo do consumo do carro.

De ônibus

Partindo de Belém é a mesma distância de carro, 30 horas de viagem e custa em 05/2022 de R$360,00 a R$460,00, em Santarém pegar táxi ou ônibus para Alter do Chão.

De barco

Se você tiver disponibilidade e deseja conhecer as paisagens ribeirinhas, o barco é a maneira mais econômica de chegar a Santarém.

Sai uma vez por semana, o percurso dura em torno de 3 dias. Eu fiz essa travessia a muitos anos atrás, hoje pra mim não seria mais viável com crianças, foi muito divertido.

As opções são: rede R$170,00 – R$ 230, suíte: $ 1.012, Camarote R$790,00 – R$830,00, suíte master R$ 1.200 – R$ 1.300, em 06/2022.

O que levar na mala de viagem para Alter do Chão

Antes de qualquer coisa você precisa ser vacinado contra a febre amarela pelo menos 10 dias antes da viagem. Também é aconselhável fazer um seguro-viagem para qualquer imprevisto. Na sua mala tem que ter:

  • Repelente a rodo, quanto mais cheiroso melhor, os barqueiros vendem, mas não deixe de levar. O óleo de lavanda também é ótimo.
  • Protetor solar
  • Óculos de sol
  • Boné ou chapéu
  • Roupas leves e coloridas, de preferência com proteção contra raios UV.  O clima é úmido e a gente sua como numa sauna.
  • Calçado adequado para caminhada, de preferência botas, lembre-se que no mato tem cobras.
  • Capa de chuva, pode chover a qualquer hora sem aviso.
  • Medicamentos que você costuma tomar para dor de cabeça e desarranjos intestinais e antialérgicos se você tiver alergia a picada de insetos.

Onde se hospedar

Pra-todos-verem:Casa-do-Ivo-Eco-Maraka-Alter
Casa do Ivo Eco Maraka – Alter

Nós ficamos no hotel Casa do Ivo Eco Maraka – Alter que é excepcional e oferecia mais conforto para o nosso grupo que tinha crianças e pessoas acima de 50 anos.

Mas tem hospedagens de todos os tipos para todos os orçamentos, muitos imóveis por temporada, casa de moradores e quartos coletivos. As hospedagens são rústicas e muito confortáveis.

Se você veio através de uma agência de viagens não precisa se preocupar com hospedagem, mas se deseja escolher os melhores hotéis Alter do Chão consulte o site do Booking.              

Principais atrações de Alter do Chão

São inúmeras as opções de praias, trilhas e passeio de barco em Alter do Chão. Nosso período foi de 12 dias, 10 dias passamos entre Santarém e Alter do Chão. Não deu pra conhecer tudo, mas as atrações mais interessantes vou descrever abaixo.

Centro da Vila 

Pra-todos-verem:Centro-da-Vila-Alter-do-Chao

A praça é o centro principal da vila, onde todos se reúnem. Tem um coreto, a igreja Nossa Senhora da saúde, com mais de 120 anos, construída pelos portugueses em estilo colonial.

É onde fica a maior concentração de hospedagens e claro, as barracas dos artesãos que vendem peças únicas, maravilhosas, confeccionadas com materiais da floresta.

Também são vendidos outros artigos como roupas, chapéus, óculos de sol, brinquedos, boias, produtos de beleza feitos com matéria prima da Amazônia e outros artigos. Na praça é onde se concentra a venda de passeios.

A orla funciona como um ponto de táxi, as catraias ficam na fila aguardando a vez de partirem para a Ilha do Amor que fica a mais ou menos uns 80 metros de distância, pagamos R$5,00 por pessoa.

É uma travessia organizada e segura, te garanto que é mais emocionante que passear de gôndola em Veneza. Caminhando um pouco mais pela orla você vai encontrar a ATUFA ( Associação de Turismo Fluvial de Alter do Chão).

Oferecem outros passeios pela região ribeirinha. Todas as embarcações são seguras, com coletes salva-vidas e registradas na Marinha do Brasil.

Ilha do Amor

Pra-todos-verem:Ilha-do-Amor-Alter-do-Chao

É o principal cartão postal e um dos lugares mais bonitos de Alter do Chão. O tom das águas do Rio Tapajós e do Rio Arapiuns são semelhantes à água do mar.

Na verdade, não é uma ilha e sim a entrada do Lago Verde que é mantida com a água do rio. Na época da cheia, boa parte da ilha desaparece e tudo vira um rio só, por isso é muito importante ir na época certa.

Dá para ir caminhando se o nível do rio estiver bem baixo ou num curto percurso de barco que custa baratinho. São bancos de areia que ficam expostos na época da seca.

Tem muitos quiosques que servem culinária típica do Pará, o prato principal são os peixes da Amazônia e bebidas geladinhas. Na beira do rio fica lotado de mesas e cadeiras que podem ser ocupadas pagando apenas o consumo.

É muita beleza pra um lugar só, não dá vontade de ir embora, na verdade a gente espera ansiosamente o dia amanhecer para voltar novamente.

Do mesmo lugar dá pra avistar as praias ribeirinhas, a floresta e o rio sumindo no horizonte. Você pode alugar um caiaque e remar tranquilamente pelo Lago Verde e fazer voos de parapente que é uma emoção a mais no seu passeio.

Lago Verde

Pra-todos-verem:Lago-Verde-Alter-do-Chao

Aproveitando que você está na Ilha do Amor, faça um passeio de barco no Lago Verde, é inesquecível, é como conhecer toda a Amazônia neste pequeno trecho. O lugar conhecido como floresta encantada, fica na comunidade Caranazal.

O barco segue lentamente pelos canais no meio da floresta alagada, onde a gente pode colher e comer frutas típicas, ouvir os sons dos bichos, o canto dos pássaros e nadar e mergulhar com peixes.

Nadar ninguém quis arriscar, e o medo de trombar com uma sucuri. O guia muito simpático que nos levou, foi nos explicando pelo caminho, cada cantinho da floresta.

O tamanho das árvores é impressionante, tem hora que o silêncio é tão profundo que chega a ser assustador. Chama Floresta Encantada, mas quem sai encantado com tanta beleza é o visitante. 

Morro da Piraoca

Pra-todos-verem:Morro-da-Piraoca-Alter-do-Chao

Este é um passeio que você pode fazer a partir da Ilha do amor seguindo por uma trilha de mais ou menos 1 km. É uma trilha bem delimitada, tem trechos de areia fofa, que é melhor fazer de chinelo e até mesmo descalço.

Passado o trecho de areia, calce novamente um bom tênis, porque a trilha agora é uma subida cheia de pedras, buracos e troncos caídos.

Vai exigir um bom preparo físico, mas a paisagem vista lá de cima, vai te fazer agradecer a Deus a oportunidade de presenciar tamanho espetáculo.

A visão de 360º vai te permitir ver toda a região de Alter do Chão, o lago Verde, o Lago das Piranhas, a Ponta do Cururu, o magnífico Rio Tapajós e a vegetação Amazônica. É uma imagem que nunca vai ser esquecida.

Rio Arapiuns e suas maravilhosas praias

Pra-todos-verem:Rio-Arapiuns-Alter-do-Chao-Santarem

Eu particularmente nem tinha ouvido falar neste rio até chegar aqui. A maioria das atrações de Alter do Chão são as praias do Rio Tapajós, mas é um crime não mencionar esse rio espetacular de águas azuis como a água do mar e praias lindas.

O nosso ponto de partida foi em Santarém pelo Rio Tapajós e em seguida seguimos pelo rio Arapiuns, os dois se encontram em determinado ponto.

Com uma hora de viagem a gente chega à Praia de Ponta Grande, um visual espetacular! Não tem estrutura, o visitante tem que carregar tudo, mas compensa qualquer esforço para se banhar nessas águas.

Depois de uma parada nesse paraíso o barco segue para outra ponta de praia, a Praia de Caracaraí e a comunidade de Vila Poroca, com cerca de 80 habitantes.

A simplicidade do lugar encanta qualquer um. A comunidade sobrevive do artesanato, da pesca, da cultura familiar e recentemente do turismo que complementa a renda dos moradores.

Tem um circuito que vale a pena percorrer, com um receptivo  com lojas de artesanato que tem ajudado bastante no trabalho e renda dos locais, já que o turismo vem crescendo ano a ano. Outro ponto que visitamos foi a criação de tartarugas, lindo demais! 

É só jogar a ração que elas surgem aos milhares. Um dos pontos altos do passeio é o almoço à base de peixe assado na brasa, com destaque para o tambaqui, e galinha caipira, servido numa barraca de palha.

Depois de recarregar a energia com este farto almoço partimos para a última parada do passeio, a Ponta do Icuxi. Voltamos à tardinha, exaustos, mas felizes, o passeio foi perfeito!

Ponta do Cururu

Pra-todos-verem:Ponta-do-Cururu-Alter-do-Chao-Santarem

Este passeio é por unanimidade o mais esperado para quem visita Alter do Chão. Antigamente era o passeio mais cobiçado por estrangeiros, mas hoje os turistas brasileiros viram o que estão perdendo e incluíram também esse passeio nos seus roteiros.

Os maiores atrativos da Ponta do Cururu são a península de praia, a observação dos botos e o pôr do sol, que em todo lugar é maravilhoso, mas em Alter do Chão é especial. O trajeto tem a duração de 15 minutos para a ida e 15 minutos para a volta de lancha e dura cerca de 2 horas.

Só é visível 3 vezes por ano, depende da sorte para conseguir visitar e quando isso acontece a praia recebe centenas de visitantes, mas como fomos agraciados, não perdemos a oportunidade.

Praia Ponta de Pedras

Fica entre Santarém e Alter do Chão, você pode chegar de lancha ou de carro. É uma comunidade de ribeirinhos que oferecem barraquinhas que oferecem comida e bebida aos visitantes e é muito linda.

A partir desta praia você pode conhecer o Lago Preto e o Lago do Taquaril onde a natureza se esmerou na beleza da região.

Cidade de Belterra

Pra-todos-verem:Cidade-de-Belterra-Para

A cidade de Belterra foi fundada pelo empresário americano Henry Ford em 1934. Fica na mesorregião do baixo Amazonas. Ele fundou a cidade com toda a estrutura para dar suporte a plantação de seringueiras para a produção de borracha.

Mas o melhor de Belterra são as praias, Pindobal, Ponta do Muretá, Praia de São Domingos, Praia de Maguari. Você poderá conhecer todas elas navegando pelo Rio Tapajós.

Amaraí Pindobal ainda mantêm a rotina de vila de pescadores, mas tem estrutura para atender turistas. Aramanaí chama atenção pela beleza exótica da praia e o igarapé que pode ser visitado o ano inteiro.

Uma das maiores atrações de Belterra é seu patrimônio arquitetônico em estilo americano e o Centro de Memória de Belterra, que fica dentro do Bosque das Seringueiras. Vale muito a pena aproveitar o passeio e conhecer esta beldade.

Floresta Nacional do Tapajós – Trilha Samaúma 

Pra-todos-verem:Floresta-Nacional-do-Tapajos-Trilha-Samauma Alter-do-Chao

Esta unidade de conservação no oeste do Pará foi criada em 1974, fica pertinho de Alter do Chão, no município de Belterra, magia pura.

Na área vivem mais de 500 etnias de indígenas Mundurukus e muitos ribeirinhos. É obrigatório a contratação guia local, não só para a segurança, mas pelo seu refinado conhecimento da Amazônia.

Por mais que você seja especialista, jamais vai poder dispensar o conhecimento dos nativos. Se você fizer essa trilha 10 vezes, em cada uma delas você vai vivenciar experiências diferentes.

Os guias te mostram todas as plantas, inclusive seu uso medicinal. Fizemos este passeio com direito a almoço e pernoite.

Pra-todos-verem:Floresta-Nacional-do-Tapajos-Alter-do-Chao
Floresta Nacional do Tapajós

O passeio é muito longo, dificuldade média para quem tem bom preparo físico e difícil para sedentários. Conhecemos a estrela do passeio que é a árvore Samaúma, com 70 metros de altura e 3 metros de diâmetro e mais de 300 anos de existência.

Almoçamos comida caseira e deliciosos peixes amazônicos no restaurante da dona Conceição. O custo total do passeio foi de R$250,00 por pessoa com tudo incluso e foi contratado com a Pousada dos Tapajós.

Mas existem muitas agências que oferecem este passeio, também pode ser feito de ônibus partindo de Santarém, vai sair mais em conta.

Todas as informações você pode conferir  no site https://www.icmbio.gov.br/flonatapajos/guia-do-visitante. Não se preocupe com a organização dos passeios, as agências cuidam de tudo, inclusive buscando os turistas nos hotéis ou pousadas.

Pesca em Alter do Chão

Pra-todos-verem:peixe-do-rio-Tapajos

Pescar em Alter do Chão é uma emoção insuperável, diversão para qualquer idade, seja você um profissional ou amador.

A maioria dos turistas praticam pesca esportiva, simplesmente pelo prazer de tirar o peixe da água, a gente quer mesmo é encontrar ele pronto para consumo.

Mas há quem queira ter o prazer de preparar um bom peixe assado na churrasqueira. Não leva muito tempo pra conseguir um bom pescado, já que nos rios amazônicos a quantidade de peixes é altíssima.

As espécies mais encontradas são: tucunarés amarelos, aruanã, tambaqui, traíras, carauaçu, piranha preta, piranha branca, piranha vermelha, mapará e muitos outros.

Você vai precisar de um bom equipamento de pesca, uma boa câmera fotográfica pra registrar sua aventura, as iscas você consegue na região e não se esqueça do repelente.

Você pode optar por contratar empresa especializada em pesca como a Selvagem Tour https://selvagem.net/pesca-em-alter-do-chao/, ou hospedagens que oferecem esta atividade:

Alter do Chão pacotes de viagem

Se você não quer se preocupar em organizar sua viagem sozinho, pode contratar uma agência especializada.

  • Cia Eco https://www.ciaeco.tur.br/norte/para/pacotes+de+viagem+para+alter+do+chao.html
  • Freeway viagens https://freeway.tur.br/
  • Venturas https://www.venturas.com.br/area/viagens-nacionais/norte/para/pacote-de-viagem-para-alter-do-chao

Eles cuidam da parte terrestre, hospedagem e passeios. As passagens aéreas você pode contratar separadamente, os valores vão variar de acordo com o ponto de partida. Estabeleça seus objetivos e contrate o pacote. O mais barato vai custar R$2.603,00 na Cia Eco em 05/2022.

O que fazer em Alter do Chão à noite

Pra-todos-verem:Noite-em-Alter-do-Chao/credito-Tripadvisor
Vida noturna em Alter do Chão/crédito Tripadvisor

À noite a natureza é exclusiva dos animais, então a melhor pedida é se reunir na praça, onde ficam os melhores bares e restaurantes e se esbaldar no Carimbó.

É fácil encontrar um bom lugar para jantar, tomar sua bebida predileta e curtir o carimbó, música e dança típica do estado do Pará fazer compras nas várias barracas de artesanato instaladas no centro. 

Terei que voltar outras vezes, para conhecer melhor a nossa maior riqueza, a majestosa Amazônia. Espero que você aproveite cada minuto da sua viagem e admire cada metro quadrado da imensidão da floresta amazônica.

Se você ama ecoturismo esta é uma oportunidade imperdível. Esse é o Brasil que a maioria dos brasileiros não  conhecem, mas deveriam.

Nós compramos as nossas passagens aéreas pelo melhor preço no site Passagens Promo e alugamos os carros pela RentCars, o melhor site de aluguel de automóveis.

Veja outros assuntos que podem ser do seu interesse: 

Gostou do conteúdo?

Avalie a seguir

Média da classificação 5 / 5. Número de votos: 2

Nenhum voto até agora! Seja o primeiro a avaliar este post.

2 comentários em “O que fazer em Alter do Chão: dicas para se dar bem na primeira viagem”

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *