Pular para o conteúdo

O que fazer em Extrema/MG: Dicas e sugestões de roteiros

O que fazer em Extrema, o que será que tem de bom pra fazer aqui? Não é uma questão difícil de resolver, é o que vamos te mostrar neste post, onde fica, como chegar, quando visitar e quais são as principais atrações turísticas da cidade.

Anúncios

Extrema tem uma localização privilegiada, com serras, montanhas, cachoeiras, parques, rios que proporcionam a prática de vários esportes.

É um destino turístico muito procurado, mas não é só isso, a cidade está em franco desenvolvimento, aqui não existe desemprego.

Várias indústrias importantes têm sua sede em Extrema. Tem o 2º maior PIB do Sul de Minas Gerais, graças aos investimentos do município no desenvolvimento humano, na produção agropecuária, na indústria e serviços.

Anúncios

A qualidade de vida é muito boa, o IDH é alto, é bem policiada, segura, a qualidade da saúde pública é boa. A cidade é limpa, as praças muito bem cuidadas é uma das melhores cidades de Minas Gerais para se viver.

O turismo é predominantemente ecoturístico. Agraciada por uma natureza imponente, atrai principalmente amantes de esportes radicais como rafting, caiaque, rapel, voo livre, escalada e amantes da natureza.

A gastronomia também é um ponto forte em Extrema. A cidade ainda não é tão grande, mas tem boa estrutura turística e muitos atrativos e hospedagens.

Anúncios

No CIT (Centro de Informações ao Turista) que fica no centro da cidade, o turista consegue todas as informações detalhadas sobre os atrativos da cidade.

O-que-fazer-em-Extrema-MG
Extrema – MG

Leia também:

O que fazer em Extrema – MG: Melhor roteiro

Extrema tem diversos atrativos para quem busca contato com a natureza, história, cultura e lazer. As informações mais importantes para você organizar sua visita a Extrema/MG você encontra neste post.

Sumário do post

  1. Onde fica a cidade de Extrema
  2. Como chegar
  3. Quando visitar Extrema
  4. Principais atrações turísticas
  5. Rota das Águas
  6. Parque Municipal Cachoeira do Salto
  7. Pico do Lobo Guará
  8. Rota dos Ventos
  9. Serra do Lopo
  10. Rota das Pedras
  11. Rota das Rosas
  12. Rota do Sol
  13. Onde comer em Extrema     

Onde fica a cidade de Extrema?

A cidade de Extrema fica no sul do estado de Minas Gerais, na Serra da Mantiqueira, divisa com o estado de São Paulo, a 100 km da região metropolitana da cidade de São Paulo e a 492 km de Belo Horizonte.

É facilmente acessível por rodovias. A cidade faz parte do Circuito das Águas Paulista e da Serra da Mantiqueira, sendo banhada pelo rio Jaguari, um dos afluentes do rio Paraná. 

Extrem-MG
Extrema – MG

Como chegar

Para quem deseja ir de avião, o aeroporto mais próximo é o de Guarulhos a 68 km, Viracopos fica a 86 km e Congonhas a 93 km. Você pode alugar um carro pelo Booking, seguir pela BR 381.

Os ônibus que partem de Belo Horizonte para São Paulo passam em Extrema. Partindo de BH ou de São Paulo de carro,  a via mais fácil é a BR 381.

A cidade tem duas entradas principais: a primeira é pelo km 942, onde fica o portal da cidade e o centro histórico; a segunda é pelo km 945, onde fica o acesso ao Parque Municipal Cachoeira do Salto e às rotas ecológicas. A cidade fica às margens da rodovia.

Quando visitar Extrema MG

Em qualquer estação do ano você encontrará o que fazer em Extrema. Se gosta de inverno, em clima de serra o inverno costuma ser rigoroso, ótimo para tomar um bom vinho, se aquecer aos pés da lareira e fazer passeios românticos.

O céu limpo de inverno e da primavera, favorece a prática de voo livre. No outono, ainda tem resquícios de estação chuvosa e o céu fica quase sempre encoberto de neblina.

Para visitar cachoeiras e praticar esportes aquáticos, deve-se evitar a estação chuvosa. Consulte aqui previsão do tempo em Extrema. 

Parque-Municipal-Cachoeira-do-Salto-Extrema-MG
Parque Municipal Cachoeira do Salto – Extrema – MG

Principais atrações turísticas e passeios em Extrema – MG

Extrema é uma das cidades mais belas de Minas Gerais, agraciada pela natureza, tem no seu cenário de Mata Atlântica parques ecológicos, montanhas, nascentes, muitas cachoeiras e rios que propiciam ao turista mais aventureiro praticar esportes radicais.

OFERTAS ESPECIAIS EM PACOTES

Aos mais tranquilos, uma boa caminhadas e a contemplação de paisagens únicas. A cidade também mirantes, fazendas, museus, igrejas, feiras e eventos culturais.

Para facilitar a programação e o acesso dos turistas aos passeios, Extrema foi organizada em 5 regiões, com rotas específicas integradas com o turismo de cidades vizinhas como; Camanducaia, Monte Verde e Joanópolis. Entre as principais atrações estão:                     

Rota das Águas

Localizada em propriedade particular, o acesso só pode ser feito com guia local. Esse trajeto é melhor fazer num carro 4×4, tem muitas subidas difíceis. Este percurso também pode ser feita a pé, se tiver um excelente preparo físico.

A Rota das Águas é um circuito que reúne cinco cachoeiras: Cachoeira do Jaguari, Cachoeira do Salto Grande, Cachoeira do Salto Pequeno, Cachoeira do Monjolinho e Cachoeira do Moinho.

Cachoeira-Monjolinho-Extrema-MG
Cachoeira Monjolinho – Extrema – MG

Todas elas são de fácil acesso e têm infraestrutura para receber os visitantes, com estacionamento, banheiros, lanchonetes e áreas para piquenique.

Esta rota é interessante para os praticantes de esportes aquáticos, abrange a região do Rio Jaguari, que com seus saltos, corredeiras e cachoeiras favorece a prática de rafting e canoagem.

Além das cachoeira esta rota inclui outras atrações como cachaçarias, mercearias rurais onde você vai encontrar o legítimo café mineiro, doces e queijos artesanais, apiário  e provar a deliciosa e autêntica gastronomia mineira.

Este passeio é interessante para os praticantes de esportes aquáticos em busca do que fazer em Extrema com muita adrenalina.

Esta atração abrange a região do Rio Jaguari, que com seus saltos, corredeiras e cachoeiras favorece a prática de rafting e canoagem.

Cachoeira-do-Jaguari-Extrema-MG
Cachoeira do Jaguari – Extrema – MG

Parque Municipal Cachoeira do Salto

O Parque Municipal Cachoeira do Salto é um dos cartões-postais de Extrema. O parque tem uma área de 40 hectares e abriga a Cachoeira do Salto Grande se forma a partir do rio Corumbá.

Fica em área rural, tem uma queda d’água de 50 metros, não é apropriada para banho por causa da correnteza muito forte. Fica em um maravilhoso Parque Municipal, de fácil acesso.

Possui infraestrutura completa para os visitantes, com restaurante, estacionamento gratuito, playground, loja de conveniência, espelho d’água que dá para as crianças brincarem, trilhas para caminhadas, área verde e mirantes.

O parque oferece diversas atividades para os visitantes, como trilhas, arvorismo, tirolesa, rapel, escalada, piscinas naturais, playground e mirante. O parque também conta com um centro de educação ambiental, um museu histórico e uma loja de artesanato.

Local muito bonito e agradável, ar puro e uma paisagem deslumbrante. Local excelente para ir com crianças.  Funciona de quinta a domingo, das 8h00 às 17h00 e a entrada é franca.    

Parque-Municipal-Cachoeira-do-Salto-Extrema-MG
Parque Municipal Cachoeira do Salto – Extrema – MG

Pico do Lobo Guará

O Pico do Lobo Guará é o ponto mais alto de Extrema, com 1.736 metros de altitude. O pico fica dentro da Reserva Particular do Patrimônio Natural (RPPN) Fazenda Santa Rita e tem uma vista panorâmica da Serra da Mantiqueira e do Vale do Paraíba.

ENCONTRE SUA HOSPEDAGEM

Apesar das placas indicarem “proibida a entrada”, pode entrar sem medo, a subida ao morro é livre e a área está em disputa de desapropriação entre a  prefeitura de Extrema e os proprietários.

Para chegar ao pico, é necessário fazer uma trilha de cerca de 3 km, com trechos de subida íngreme e pedregosa.

O pico é um ótimo lugar para também pra soltar pipas, venta pra caramba. Não deixe de ver os bonitos voos de paraglider, mais uma boa sugestão do que fazer em Extrema.

O acesso é feito por estrada de chão, que não é muito boa, é melhor subir de carro 4×4 ou moto. Não deixe de ver os bonitos voos de paraglider, mais uma boa sugestão do que fazer em Extrema.

O acesso é feito por estrada de chão, que não é muito boa, é melhor subir de carro 4×4 ou moto. Só a subida apreciando aquelas paisagens, já vale o passeio.

Pico-do-Lobo-Guara-Extrema-MG
Pico do Lobo Guará – Extrema – MG

Rota dos Ventos

A principal atração desta rota é a Serra do Lopo que abriga as rampas de voo livre Pedra das Flores, Pedra Cume, Pico dos Cabritos para quem busca aventura e o que fazer em Extrema com mais adrenalina.

Para quem não quer voar pode contemplar a biodiversidade da Floresta Atlântica, em terra firme. A Rota dos Ventos é um circuito que reúne três mirantes: Mirante do Lobo Guará, Mirante do Sol e Mirante da Pedra.

Todos eles têm uma vista privilegiada da Serra da Mantiqueira e são propícios para a prática de voo livre, como asa-delta e parapente.

Os mirantes também são ótimos lugares para contemplar o céu e as estrelas, pois têm pouca iluminação artificial. É ideal para caminhada nas trilhas, fazer escaladas nas pedras e praticar rapel.

Deslumbra um maravilhoso pôr do sol, já vi pôr do sol em diversos lugares, mas esse daqui me deixou perplexa.

A flora local é impressionante, com destaque para bromélias, orquídeas e outras flores características de serra. Existem também muitos pássaros e animais silvestres. 

Rota-dos-Ventos-Extrema-MG
Rota dos Ventos – Extrema – MG

Serra do Lopo

A Serra do Lopo é um conjunto de montanhas situado na fronteira entre as cidades de Extrema em Minas Gerais e Joanópolis no estado de São Paulo. É um lugar muito bonito e ideal para quem gosta de natureza, trilhas e aventura.

Uma das principais atrações da Serra do Lopo é o Pico do Lopo, também chamado de Pedra do Cume, que tem 1.780 metros de altitude e oferece uma vista panorâmica da região, incluindo a represa do Jaguari.

Para chegar até o Pico do Lopo, é preciso fazer uma trilha de cerca de 3 km (ida e volta) que começa no portal de entrada para as pousadas Céu da Mantiqueira e Brumas da Serra.

A trilha é considerada de nível moderado, com alguns trechos íngremes e pedregosos, mas vale a pena pelo visual.

Outro ponto interessante na Serra do Lopo é a Pedra das Flores, que fica um pouco antes do Pico do Lopo e tem esse nome por causa das diversas flores que crescem nas fendas das rochas.

Serra-do-Lopo-Extrema-MG
Serra do Lopo – Extrema – MG

O destaque é a Pedra do Cume que proporciona uma visão de 360º da Pedra das Flores e do Parque Ecológico Pico dos Cabritos. A Pedra das Flores também tem uma vista incrível e é um bom lugar para descansar e tirar fotos.

A Serra do Lopo faz parte da Rota dos Ventos, uma das cinco rotas de turismo de Extrema, que também inclui a Rota das Águas, a Rota das Pedras, a Rota das Rosas e a Rota do Sol.

Para conseguir fazer esta rota tem que ter muita disposição, são 1.725 m altitude até o pico mais alto. O nome faz referência à quantidade de lobos guará que habitam a área, um animal que está se tornando raridade em nossas matas.

A vegetação é de Floresta Atlântica, habitat de diversos animais silvestres. É um local espetacular para contemplar a natureza e praticar esportes radicais como trekking, rapel e voo livre.

A maior parte do percurso de cerca de 3.5 km, é feito dentro da mata, é relativamente fácil, que tiver o mínimo de preparo físico não vai encontrar dificuldade.

Não se descuide da hidratação e do protetor solar, leve algum alimento e um agasalho mesmo que o sol esteja pleno, lá em cima venta demais e a sensação é de frio depois de algum tempo.

Serra-do-Lopo-Extrema-MG
Serra do Lopo – Extrema – MG

Rota das Pedras

Esta rota é legal para apreciadores de lindas paisagens, da fauna e flora silvestres, quase sempre coberta de neblina. A Rota das Pedras é um circuito que reúne três enormes pedras: Pedra das Flores, Pedra do Cume e Pedra do Pinhal.

Todas elas são formações rochosas que se destacam na paisagem e têm uma vista espetacular da região. As pedras são acessíveis por trilhas de diferentes níveis de dificuldade e exigem cuidado e atenção dos visitantes.

A rota inclui espaços para quem deseja fazer um retiro espiritual, fazer escalada nas pedras e conhecer a cervejaria artesanal.

Rota das Rosas

O atrativo principal é o Santuário de Santa Rita de Cássia, e os quadros da Via Sacra feitos pelo artista  italiano Alfredo Mucci que viveu um tempo em Extrema.

A rota compreende o Parque Cachoeira do Jaguari, Parque Municipal de Eventos e artesanato local, feira do Produtor Rural, outlets, cervejarias artesanais, restaurantes e o Centro de Informações Turísticas (CIT).

Acesse o site do Extrematur, para mais informações sobre as Rotas Turísticas de Extrema, taxas de visitação, contatos de serviços de transportes turísticos, condutores e guias.

Parque-do-Jaguari-Extrema-MG
Parque do Jaguari – Extrema – MG

 Rota do Sol                                                        

A Rota do Sol é um circuito que reúne três parques: Parque Ecológico Pico dos Cabritos e Parque Ecológico Monjolinho. A Rota do Sol faz parte do Circuito Serras Verdes do Sul de Minas.

Os parques têm uma grande variedade de atrativos, como trilhas, cachoeiras, lagos, piscinas, playgrounds, áreas para piquenique, churrasqueiras, restaurantes e lanchonetes.

Os parques também oferecem atividades radicais, como voo livre, tirolesa, arvorismo, rapel, escalada, paintball e kart. Esta rota é muito legal para praticantes de esportes em contato com a natureza e aventureiros que adoram fazer trilhas a pé, de jipe, bicicleta ou moto.

Conta ainda a Prainha do Juncal, uma pequena praia de areia na beira do ribeirão Juncal, no local tem mata ciliar, bancos para descanso e estacionamento.

Muito utilizada pelos moradores locais. Tem pousadas, cachaçarias e artesanato feitos em tear, e claro, a típica comida mineira.

Prainha-do-juncal-Extrema-MG
Prainha do Juncal – Extrema – MG

Onde comer em Extrema

A Gastronomia mineira é apreciada no Brasil inteiro, derruba qualquer dieta e em Extrema/MG não é diferente. Anualmente a cidade promove os festivais gastronômicos como o Sabores da Roça e Comida de Boteco.

A comida é tão boa que a gente fica triste quando está saciado, porque não cabe mais nada. Veja abaixo alguns dos melhores locais para comer em Extrema:                                                                   

  • Cervejaria Extremosa: Fica dentro do Parque da Cachoeira do Jaguari, na Rota das Rosas, próximo ao centro da cidade. É uma tentação para quem aprecia cerveja artesanal, oferece 8 estilos de cervejas puro malte. Os petiscos de boteco dispensam comentários.
  • Hotel e restaurante Villa Lobos: Restaurante do hotel aberto ao público. Av. Delegado Waldemar Gomes Pinto, n.1407. Nova Extrema. Telefone: 35 3100-0300
  • Restaurante Taberna: Serve comida brasileira e sul-americana. Rodovia Fernão Dias, km 947, Extrema. Telefone 35 34351644.  $$ – $$$
  • Restaurante Casarão de Extrema: Serve comida brasileira com opções vegetarianas. Rua Gorícia Onisto Morbidelli, n. 69, Centro, Extrema. Telefone 35 3435 – 1995. $ Villa Ramos: Steakhouse e brasileira, cerveja artesanal. Rua das Flores, n. 177, Extrema. Telefone 35 3435-3321. $
  • Armazém Bertolotti: Comida brasileira. Estrada Municipal Vereador Tica Bertolotti, n. 1811, Extrema. Telefone 35 3435-4813. $$ – $$$
  • Della Nonna Trattoria: Comida Italiana. Rua Padre Carbone, 98 Esquina com a rua XV de Novembro, Extrema. Telefone 35 998611939. $$ – $$$
Hotel-e-restaurante-Villa-Lobos-Extrema-MG
Hotel e restaurante Villa Lobos – Extrema – MG

Como sou apaixonada por natureza, amei conhecer mais esta joia mineira. Extrema é muito acolhedora, é uma cidade que encanta pela sua diversidade e beleza. Com tantas opções de o que fazer em Extrema, é impossível não se apaixonar pela cidade e querer voltar mais vezes.

Veja outras cidades mineiras que podem te interessar:

OFERTA AMAZON
Ofertas imperdíveis na Amazon
Compartilhe nas redes sociais:

2 comentários em “O que fazer em Extrema/MG: Dicas e sugestões de roteiros”

  1. Olá, moro em Extrema
    Algumas informações não estão corretas o site é Extrematur
    E a rota das rosas faz referência a Santa Rita a Padroeira da cidade, não existe nenhuma fazenda de rosas ou plantações de rosas

    1. Olá Adriana, obrigada pelo seu comentário. Em Extrema e em várias cidades do sul de Minas existem vários floricultores, já que o clima é muito favorável.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *