Pular para o conteúdo

Serra do Cipó: como chegar onde comer e principais cachoeiras

O Parque Nacional da Serra do Cipó é o destino preferido por quem deseja passar férias, feriados prolongados, finais de semana ou até mesmo um domingo agradável, no meio da natureza.

Anúncios

Serra do Cipó é distrito de Conceição do Mato Dentro. Situada a 100 km de Belo Horizonte/MG e a 60 km de Lagoa Santa. O Parque de conservação Serra do Cipó faz parte da Serra do Espinhaço.

Cercada pelas cidades de Jaboticatubas, Morro do Pilar, Itambé do Mato Dentro e Santana do Riacho. Fiscalizada pelo IBAMA e administrado pelo Instituto Chico Mende de conservação da biodiversidade (ICMBio).

Sua vegetação é predominantemente de cerrado e parte mata atlântica. Possui inúmeras e imponentes cachoeiras, trilhas e grutas.

Anúncios

Abriga uma grande diversidade de flora com cerca de 1600 espécies catalogadas, principalmente Orquídeas e Bromélias e muitos animais habitantes de Cerrado.

Animais mais ariscos como Onças Pintadas, Lobos Guarás e Tamanduás Bandeira são mais difíceis de observar, entretanto estão protegidos no Parque Nacional da Serra do Cipó. Na região é possível observar maritacas, seriemas, tucanos com facilidade.

Não tem postos de combustível e nem caixas eletrônicos. Por isso, esteja com a manutenção do carro em dia e tanque cheio.

Anúncios

Leia também:

Parque Nacional da Serra do Cipó: dicas para aproveitar todas as principais atrações

A Serra do Cipó é um excelente lugar para descansar, relaxar e curtir a família, mas como em todo ecoturismo é preciso seguir regras de segurança e respeitar a natureza. Selecione no menu abaixo os assuntos de seu maior interesse sobre a Serra do Cipó.

Dicas de Segurança para visitar a Serra do Cipó

É muito importante que você acesse este site do ICMBio leia com atenção , principalmente o item “ Orientações” e siga rigorosamente todas as instruções para a sua segurança e de todos que estão com você. Anote estes telefones para casos de necessidade.

  • Posto Policial: (31) 3718-7454 / (31)98438-4278
  • Polícia Ambiental: (31) 3681-1406
  • Bombeiros: 193
  • Parque Nacional da Serra do Cipó: (31) 3718-7469 / 3718-7484
  • Centro de Atendimento ao Turista (CAT): (31) 3718-7458

1. Não se descuide da hidratação

Carregue um vasilhame para portar água e o mantenha sempre abastecido, as caminhadas são em campo aberto e o sol é escaldante. Use boné, camisa com protetor solar e protetor solar.

2. Ande sempre acompanhado

Em passeio no parque é desaconselhável andar desacompanhado. Por se tratar de ecoturismo, naturalmente existem animais soltos na natureza.

Existe grande possibilidade de ser perder. A área é muito grande, se acontecer um acidente, estando sozinho, pode demorar muito a ser encontrado.

3. Como chegar

  • Partindo de carro de Belo Horizonte siga pela Avenida Antônio Carlos ou Avenida Cristiano Machado em direção ao aeroporto internacional de Confins pela linha verde.
  • No trevo para Lagoa Santa entre a direita (rodovia MG 10). Depois da cidade de Lagoa Santa siga por mais 60 km em direção à Serra do Cipó.
  • Partindo do aeroporto de confins as opções são: alugar um carro, táxi ou transporte por aplicativo.
  • De ônibus, partindo da rodoviária de Belo Horizonte até a Serra do Cipó.

4. Acessibilidade na Serra do Cipó.

Tem alguns lugares acessíveis, mas dentro do parque não circulam carros e nem motos e para chegar até às cachoeiras o caminho é feito por trilhas de terra. Você tem que deixar o carro no estacionamento e seguir a pé.

Pra-todos-verem:Serra-do-Cipo-Santana do Riacho-MG
Serra do Cipó – Santana do Riacho – MG

As pousadas são todas acessíveis por carro. Para crianças pequenas, idosos e pessoas com mobilidade reduzida, para circular dentro do parque, nem todos os locais tem boa acessibilidade.

OFERTAS ESPECIAIS EM PACOTES

Mas nem por isso precisa abrir mão do passeio, vale muito a pena passear pelas cidades em torno, aproveitar o clima gostoso da serra e apreciar a paisagem.

5. Melhor época para ir

Pode ser visitada o ano todo, mas de outubro a abril, época de chuva, o cuidado deve ser redobrado e até mesmo evitado. A chuva aumenta consideravelmente o volume da água de riachos e cachoeiras repentinamente.

Por se tratar de uma unidade de conservação é recomendável que se você deseja passar uma temporada no parque, que faça reserva com antecedência.

O número de visitantes é limitado e reservas de última hora, a hospedagem costumam ficar mais caras. Nos finais de semana costuma ficar esgotado.

Bangalôs e chalés ficam mais afastados do centro comercial, mas não chega a ser problema porque não há restrições de circulação de veículos para chegar às pousadas.

A hospedagem na Serra é bem diversificada, tem desde bangalôs charmosos, hostels, pousadas luxuosas e simples e campings, todas com aquela hospitalidade mineira.

6. onde comer

O forte da gastronomia na Serra do Cipó é a famosa cozinha mineira, uai. Angu, couve, costelinha, torresmo, tutu a mineira, farofa, leitão a pururuca etc. feito no fogão de lenha.

Pra-todos-verem:Restaurante-com-fogao-a-lenha
Restaurante com fogão a lenha

Você ainda encontra queijos, doces conservas, quitandas, produtos orgânicos e biscoitos artesanais. Veja na lista abaixo 12 excelentes restaurantes no vilarejo para apreciar a deliciosa comida mineira.

  1. Filomena Bistrô. MG-010, n. 626
  2. Restaurante Da Joca. MG-010, n. 678
  3. Tribo do Sol Restaurante Gourmet. R. Jabuticabeiras, n. 73 – Centro, Santana do Riacho
  4. Costelão Mineiro. MG-010, n. 652
  5. Restaurante Donana. Rodovia mg10 km 97, Santana do Riacho
  6. Restaurante do Marquinho. MG-010, n. 678
  7. Restaurante Panela de Pedra. MG-010, n. 3430
  8. Restaurante Parador Nacional. R. das Orquídeas, n. 358
  9. Restaurante Minerim da Serra. R. Soberbo, n. 50
  10. Restaurante Casa Mineira. R. das Margaridas, n. 177
  11. Restaurante e Churrascaria Gostinho Mineiro. MG-010, n. 1313
  12. Restaurante Escondidinho Cipó. Alameda das Violetas, n. 130 – Serra do Cipó

Principais Cachoeiras do Parque Nacional Serra do Cipó

O melhor passeio no parque são as cachoeiras, muitas com acesso difícil para quem tem dificuldade de locomoção, variam de altura e profundidade.

São muitas e estão espalhadas por todo o parque. Algumas estão em propriedades particulares e paga ingresso para acessar. Para informações sobre ingressos para visitar o parque acesse aqui, no momento a cobrança está suspensa.

Dentro do parque não tem lanchonetes e nem restaurantes, para passar o dia leve água e alimentos, não é permitido bebidas alcoólicas.

ENCONTRE SUA HOSPEDAGEM

7. Cachoeira grande

É a maior e uma das mais belas da região, bem extensa, com várias quedas d’água, não é muito alta, menos de 10 metros. É uma as maiores atrações do passeio na Serra do Cipó.

Fica no Parque da Zareia, na beirada do asfalto da estrada principal da Serra do Cipó, perto do centro. A entrada é paga , propriedade particular. O caminho é por uma trilha de aproximadamente 1 km.

Pra-todos-verem:Cachoeira-Grande-Serra-do-Cipo-MG
Cachoeira Grande – Serra do Cipó – MG

Deliciosa para passar o dia e conhecer outras quedas d’água dentro da propriedade. Saiba mais informações sobre a Cachoeira Grande acessando aqui.

8. Cachoeira das Andorinhas

Para chegar até lá a caminhada é bem longa, quase não tem sombra para se esconder do sol, por isso prefira ir pela manhã, são mais ou menos 4 horas de caminhada. É uma cachoeira maravilhosa entre penhascos, formada por corredeira e riachos. Fica a 9 km da rodovia MG 10.

Pra-todos-verem:Cachoeira-das-Andorinhas-Serra-do-Cipo
Cachoeira das Andorinhas – Serra do Cipó

A entrada é pela portaria no km 96, são 6 km de caminhada. Durante a caminhada você encontrará vários córregos e um pequeno cânion. Muito boa pra nadar. Recomenda-se muita cautela e contratar um guia se você não conhece a área.

9. Cachoeira do Gavião

Da cachoeira das Andorinhas você caminha mais meia hora e chega na cachoeira do Gavião, menor e com espaço reduzido em torno do poço.

Pra-todos-verem:Cachoeira-do-Gaviao-Serra-do-Cipo-MG
Cachoeira do Gavião -Serra do Cipó – MG

10. Cachoeira da Farofa

Uma das mais visitadas da região, tem uma queda d’água bem alta, maravilhosa. O trajeto é longo cerca de 8 km para ir e 8 km pra voltar, não é uma subida muito íngreme, demanda um pouco de esforço, mas vale a pena.

Pelo caminho tem vários riachos para se refrescar do calor escaldante. Pode fazer as trilhas de bicicleta própria, ou alugada no parque. Entrada gratuita. 

A entrada é pela portaria Areias, o acesso é por uma estradinha de terra estreita antes da ponte do rio Cipó. tem placas indicando o caminho. Pelo Google Maps não tem erro.

Pra-todos-verem-Cachoeira-da-Farofa-Serra-do-Cipo-MG
Cachoeira da Farofa – Serra do Cipó – MG

11. Cachoeira Serra Morena

É um complexo de 3 quedas d’água deslumbrantes. Tem cerca de 100 metros de altura, cercada de muita vegetação, e um poço com cerca de 300 metros quadrados. 

Lugar excelente para longas caminhadas observando a natureza, piqueniques, praticar esportes como: Rapel, canoagem e ciclismo.

Tem também uma tirolesa com descida de 40 metros, que os turistas adoram. Parte da pedra grande do rio Cipó e termina no poço.

A portaria que dá acesso a Cachoeira Serra Morena fica há 11 km do distrito Serra do Cipó, é propriedade particular da Pousada Serra Morena.

Para chegar à cachoeira precisa andar 1 km saindo da portaria principal da pousada. A entrada é paga, custa hoje R$30,00. 

No local tem banheiros, restaurante e a Pousada Camping Serra Morena. Contato: Endereço; Estrada Vau da Lagoa S/N, Serra do Cipó–km 5–Santana do Riacho/MG.Telefone 31-34861919

Pra-todos-verem:Cachoeira-Serra-Morena-Serra-do-Cipo-MG
Cachoeira Serra Morena – Serra do Cipó – MG

O caminho é pela BR MG 10 em direção a cidade de Conceição do Mato Dentro. No km 104.5 entrar a esquerda numa estrada de terra em direção a Vau da Lagoa por 7 km, em seguida virar à direita na portaria depois da ponte de ferro sobre o Rio Andrequicé.

Na beira da estrada, antes da cachoeira Serra Morena, tem o balneário Serras Azuis, com restaurante simples, mas muito agradável.

12. Cachoeira Véu da Noiva

É uma das cachoeiras mais famosas da Serra do Cipó. Tem uma área de Camping paga. Pertence a ACM (Associação Cristã de Moços). Atende sócios e turistas.

É um Camping bem estruturado. Local amplo, cercado de nascentes, mata ciliar e claro, a famosa Cachoeira Véu da Noiva. Pra saber mais sobre o Camping, hospedagem e restaurantes da Cachoeira véu da Noiva acesse aqui

Pra-todos-verem:Cachoeira-Veu-da-Noiva-Serra-do-Cipo-MG
Cachoeira Véu da Noiva – Serra do Cipó – MG

Existem outras tantas cachoeiras na Serra do Cipó, pelo caminho você vai encontrar várias pequenas quedas d’água e riachos., as citadas nesse artigo são as mais procuradas.

13. Passeios na Serra do Cipó

Trilhas e mais trilhas é o sonho de todo ecoturista, no parque além de trilhas você pode praticar esportes radicais e fazer um tour completo. Veja abaixo alguns dos passeios;

  • Lagoa Dourada – Serra do Cipó
  • Cachoeira da Farofa – Serra do Cipó
  • Cachoeira Véu da Noiva – Serra do Cipó
  • Passeio no Parque Nacional da Serra do Cipó
  • Tirolesa no Rio Cipó
  • Escalada no Morro da Pedreira.
  • Trilha na Lapinha da Serra e Cachoeira do Bicame
  • Trilha para a Cachoeira do Tabuleiro 

Para quem não tem experiência ou deseja mais comodidade, sugiro contratar um empresa de turismo. A Kopa Turismo leva você a todos os lugares com total segurança.

14. Estátua do Juquinha.

Símbolo da Serra do Cipó. Escultura feita de cimento com 3 metros de altura, erguida no alto da serra pela artista plástica Virgínia Ferreira. Personagem lendário da região.

Foi um andarilho que andava pela serra, colhendo raízes, flores para oferecer aos turistas em troca de alguma coisa que lhe despertasse o interesse inclusive comida.

O que gostava mesmo era de interagir com os visitantes. Sofria de catalepsia (doença em que parece que a pessoa está morta), por 2 vezes foi considerado morto e voltava à vida.

Pra-todos-verem:Estatua-do-Juquinha-Serra-do-Cipo-MG
Estátua do Juquinha – Serra do Cipó

No meio do velório, de repente se levantava do caixão. Faleceu em 1983 e a escultura foi feita em 1987. É considerado pelos moradores como protetor da serra, os turistas gostam de tirar foto ao lado da estátua.

Desejo que todos façam um ótimo passeio na Serra do Cipó, aproveitem as belezas exuberantes desta serra mineira que recebe tão bem os turistas. Volte sempre. Veja outros assuntos que podem te interessar;

OFERTA AMAZON
Ofertas imperdíveis na Amazon
Compartilhe nas redes sociais:

2 comentários em “Serra do Cipó: como chegar onde comer e principais cachoeiras”

  1. rodrigo manoel pires amaral

    Muito bom esse material, nada comercial e muito ilustrativo, merece nota 10 com louvor porque faz uma apresentação simples e objetiva, com informações preciosas para quem vai visitar um parque e informações que são imprescindíveis ao bom aproveitamento e evitar acidentes desagradáveis.
    Muito bom!

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *