Pular para o conteúdo

O que fazer em Paraty: praias, cachoeiras, trilhas, passeios, história, cultura e pontos turísticos

Tem alguma dúvida sobre o que fazer em Paraty? Leia o nosso post e conheça a cidade histórica do Rio de Janeiro, considerada Patrimônio Mundial pela Unesco. É incrível como esta cidade singela e pacata oferece tantas atrações turísticas na mesma viagem.

Anúncios

Parece uma cidade parada no tempo, cheia de histórias e tradições, cercada pela exuberante Mata Atlântica, praias selvagens, ilhas, cachoeiras e áreas de preservação ambiental. Paraty já foi um dos principais portos do Brasil, é o final da Estrada Real que começa em Ouro Preto, Minas Gerais.

Na verdade não tem como não se encantar ao visitar a cidade, Paraty atende todo tipo de turista, quem busca contato com a natureza, praias, gastronomia, esportes radicais, conhecimentos culturais e históricos, passeios de barco, mergulho e compras.

A arquitetura colonial é predominante na cidade, sem dispensar o conforto da modernidade. Os monumentos que hoje encanta os nossos olhos, foram construídos por escravos na era do Brasil império/colônia.

Anúncios

Tem excelentes hotéis e pousadas, ótimos restaurantes e a famosa cachaçaria Paratiana. Para conhecer a cidade é preciso um tempinho maior que um feriado prolongado. Neste post vamos te apresentar as melhores atrações de Paraty para que você escolha e programe sua próxima viagem.

Como Paraty tem muitas atrações para conhecer, é bom programar cada dia, combinar os passeios de barco com uma agência, você vai encontrar os contatos no final do post. 

Leia também:

Paraty-RJ
Paraty – RJ

Sumário do Post

Onde Fica Paraty – RJ

Fica na Costa Verde, no litoral sul do estado do Rio de Janeiro, entre Angra dos Reis – RJ e Ubatuba – SP, a cerca de 258 quilômetros do Rio, 45 km de Ubatuba e a 47 km de Angra dos Reis. Viu como é fácil fugir de lugares lotados e se refugiar em Paraty?

Anúncios

Como chegar em Paraty

Os aeroportos mais próximos de Paraty são: Aeroporto do Galeão – RJ a 252.3 km, Aeroporto Internacional de Guarulhos a cerca de 262 km e o Aeroporto de Congonhas, a  277 km de distância de Paraty. Compare os melhores preços de passagens aéreas.

De carro

Partindo do Rio de Janeiro, a melhor opção é pela BR-101 sentido Angra dos Reis. Partido de São Paulo a rota é pela BR 116 e BR 459, de Belo Horizonte, segue pela BR 381 e BR 459.

De ônibus

Paraty fica quase no meio do caminho entre a cidade do Rio de Janeiro e a Cidade de São Paulo, a diferença em quilometragem é muito pequena, na rodoviária das duas cidades você compra passagem para Paraty.

Tem ônibus também em Ubatuba e São José dos Campos. De BH tem ônibus da viação Útil, com conexão em Taubaté, demora muito, não vale a pena, é melhor seguir para o Rio ou São Paulo.

De transfer

Nos aeroportos você encontra várias empresas de transfers regulares ou privativos que levam a Paraty e outros pontos turísticos do Rio de Janeiro,

Melhor época para visitar Paraty – RJ

Pra-todos-verem:Paraty-RJ
Paraty – RJ

Todo mundo já notou como as estações mudaram, a melhor época para visitar Paraty é no período seco que geralmente vai de abril a novembro, consulte a previsão do tempo para Paraty

No período chuvoso em Paraty chove com vontade, muita água mesmo. É muito difícil encontrar Paraty vazia, em todo e qualquer feriado a cidade fica lotada.

Além dos períodos de férias escolares, carnaval, semana Santa e réveillon, a cidade promove muitos eventos e a proximidade com o Rio de Janeiro e São Paulo atrai muitos turistas. Não se esqueça de levar agasalho em qualquer estação, o frio aparece de uma hora pra outra.

O que fazer em Paraty – Centro Histórico

Para turistas amantes da história do Brasil,  esta é uma das principais atrações da cidade. O Centro Histórico é o marco do nascimento de Paraty, é um museu a céu aberto. Todo o movimento acontece em torno da Praça da Matriz.

É parada obrigatória não só pela história, mas pela beleza das construções da era imperial/colonial. As ruas são calçadas de pedras pé de moleque e protegidas com correntes para impedir o tráfego de carros.

O tráfego de carro só é permitido nas ruas: Patitiba, Domingos Gonçalves de Abreu, Aurora e Rua Fresca, que limitam o centro.

No Centro histórico ficam 4 igrejas históricas: a Igreja Matriz de Nossa Senhora dos Remédios, Nossa Senhora do Rosário, Santa Rita e Nossa Senhora das Dores.

Vale a pena visitar a  antiga cadeia, hoje sede do IHAP (Instituto Histórico e Artístico de Paraty), a Casa de Cultura, o Sobrado de Bonecos, o Forte Defensor Perpétuo e o Porto de Paraty.

A melhor maneira de conhecer cada pedacinho da história é fazendo um tour guiado, os guias treinados relatam todos os fatos e a história de cada monumento, o tour dura cerca de 2 horas.

Na maré alta as ruas do Centro Histórico ficam alagadas, não se trata de enchente. As ruas foram propositalmente construídas de modo a alagar na maré alta.

No período colonial não havia banheiros e os dejetos eram jogados nas ruas, com a invasão das águas as ruas eram lavadas e os dejetos levados pelo mar.

Hoje não é mais assim, mas muitos se incomodam de andar pela rua cheia de água. O calçado mais adequado para andar no Centro Histórico é o tênis.

Pra-todos-verem:O que fazer em Paraty-Centro-Historico-RJ

O que fazer em Paraty – Alambiques

Fabricar cachaça é uma tradição em Paraty – RJ desde a era colonial. No passado eram mais de 100 alambiques, mas hoje existem apenas 7, com várias marcas premiadas. Para os apreciadores da bebida, é um excelente passeio. Veja os endereços:

  • Engenho D’Ouro.  Rodovia Paraty→Cunha, n. 7833, Km 8. Em frente à cachoeira do Tobogã e do Poço do Tarzan.
  • Cachaçaria Corisco. Estrada do Corisquinho, s/nº, Corisco – Paraty
  • Alambique Pedra Branca Estrada da Pedra Branca, km 01, Bairro da Ponte Branca – Paraty
  • Alambique Maria Izabel. Sítio Santo Antônio, s/n, Corumbê – Paraty. À beira da baía de Paraty.
  • Cachaçaria Maré Cheia. Estr. do Jacu, s/nº – Morro do Jacu – Paraty.
  • Cachaçaria Paratiana e Mulatinha. Estrada da Pedra Branca km 1. n. 1100. Paraty
  • Cachaça Coqueiro. Rodovia Rio-Santos,6 quilômetros após o trevo de Paraty, Fazenda Cabral 2º Distrito.

O que fazer em Paraty – RJ – principais praias

Em Paraty – RJ tem 2 praias próximas da cidade: a Praia do Pontal e a Praia de Jabaquara, muitas outras são acessadas por trilhas ou barcos e algumas somente por barco.

As melhores e mais bonitas ficam mais afastadas do centro, antes de se atirar num mergulho, consulte a balneabilidade das praias de Paraty, principalmente das praias urbanas.

Praia do Pontal – Paraty

Fica no bairro de mesmo nome, a poucos minutos de caminhada do centro da cidade. Tem excelente estrutura de bares ,restaurantes, pousadas e um bonito calçadão. No Pontal os preços são um pouco menores, inclusive as hospedagens.

Na Praia do Pontal você pode alugar uma prancha e praticar stand-up paddle e visitar o Forte Defensor Perpétuo. Por ter fácil acesso fica bem movimentada, mas quase sempre está imprópria para banho, se a sua intenção é dar um mergulho vamos partir pra próxima.

Pra-todos-verem:Praia-do-Pontal-Paraty-RJ
Praia do Pontal – Paraty – RJ

Praia do Jabaquara – Paraty

Também fica próxima do Centro Histórico, um pouco mais à frente da Praia do Pontal. É a preferida pelos moradores, tem mar calmo, ondas suaves e um excelente calçadão cheio de bares, restaurantes, lojas comerciais, pousadas e boa estrutura turística.

A faixa de areia é escura, porém é extensa, nem sempre com boa balneabilidade. Para nadar e mergulhar prefira praias mais distantes do centro. O acesso é muito fácil, pode ser feito por qualquer veículo e por trilha a pé, a partir da Praia do Pontal passando pelo Forte. 

Praia de São Gonçalo – Paraty

Se você quer fugir do agito, a praia de São Gonçalo é tudo de bom. É linda, bem extensa, o mar azul, calmo, arrebentação baixinha, uma maravilha para ir com as crianças. A praia tem 4 acessos, todos ficam ao lado da rodovia, o estacionamento custa R$20,00 em 2022 em qualquer um dos acessos.

A Praia de São Gonçalo fica na altura do Km 546 da Rodovia Rio→Santos sentido Angra dos Reis. Depois de estacionar o carro é preciso percorrer uma pequena trilha. É ponto de partida dos barcos para as ilhas do Cedro e a Ilha do Pelado onde fica o famoso Restaurante da Bete e outros barzinhos.

Para chegar até à praia tem que atravessar um pequeno riacho, na maré alta a água chega até a cintura de um adulto, na maré baixa não chega ao joelho. Mas se não quiser molhar os pés, os moradores oferecem a travessia por canoa por um valor baixo.

OFERTAS ESPECIAIS EM PACOTES

A estrutura é básica, mas tem ducha, bar e quiosques que vendem petiscos e bebidas e oferecem mesas, cadeiras e guarda-sóis, mas você pode levar suas próprias coisas e até cooler com sua bebida predileta.

Em altas temporadas fica lotada, mas ainda sobra muito espaço. Você pode ir de ônibus partindo de Paraty, a passagem para São Gonçalo custa R$5,00 e para o parque Mambucaba custa R$7,50 em 2022.

Pra-todos-verem:Praia-de-Sao-Goncalo-Paraty-RJ
Praia de São Gonçalo – Paraty – RJ

Praias da Vila Trindade – Paraty

Depois do Centro Histórico, conhecer as belezas da vila Trindade, é o principal objetivo da maioria dos turistas e com razão, o lugar é tão bonito que deixa o turista extasiado.

É um dos pontos principais turísticos de Paraty. Situada dentro da área de Proteção Ambiental do Cairuçu e do Parque Nacional da Serra da Bocaina, a 30 km do trevo de Paraty. Tem de tudo num só lugar, belas praias, trilhas, cachoeiras, boa estrutura em estilo rústico, comércio, gastronomia e hospedagens.

Para chegar em Trindade é só seguir pela via Rio→Santos em direção a São Paulo, mas no centro de Paraty tem ônibus urbanos e vans que vão para a vila. Não se esqueça de carregar repelente em qualquer passeio que você fizer em Trindade.

Praia do Sono – Vila Trindade – Paraty

Praia muito sossegada e tranquila, com cerca de 1 km de extensão, tem pouca estrutura e natureza em abundância. Você pode conhecê-la num passeio pelas praias dos Antigos, Antiguinhos e Ponta Negra. A praia do Sono fica na Reserva Estadual da Juatinga, numa comunidade Caiçara, a cerca de 27 quilômetros do centro de Paraty.

Cercada de montanhas de Mata Atlântica preservada abraçando o mar agitado. Os moradores vivem da pesca e do turismo. O nome Praia do Sono se deve ao fato do sol nascer mais tarde, devido à sua topografia, dando um tempo de sono maior para os dorminhocos.

Para chegar até lá, siga a estrada rumo a Vila Trindade, no Condomínio Laranjeiras é onde os carros ficam estacionados. A partir dali você pega um barco-taxi ou caminha por uma trilha de aproximadamente 3 Km.

Pra-todos-verem:Praia-do-Sono-Paraty-RJ
Praia do Sono – Paraty – RJ

Praia do Cepilho – Vila Trindade – Paraty

Praia linda, pequena e sossegada, rodeada pela Mata Atlântica, por enormes pedras que enfeitam ainda mais a paisagem, areia clara e fina. O mar é bravo, bom para a prática de surf, é preciso ter cuidado para entrar na água.

Tem o restaurante Bar do Cepilho que serve os turistas, tem comida boa, bebida gelada e música ao vivo, mas a estrutura da praia é bem básica, não fica lotada, bom para quem quer sossego.

A praia fica pertinho da vila de Trindade. Os carros têm que ficar estacionados ao lado da estrada, se estiver a pé, pode seguir pelas pedras pela Praia de Fora.

Praias Antigos e Antiguinhos – Vila Trindade -Paraty

Um paraíso no litoral de Paraty, praticamente deserta, praia de beleza natural inigualável, para praticar surf, mergulho, trilhas. Tem mar, rio, mata, pedras gigantes, uma natureza imponente que só quem se aventura pelo litoral de Paraty, tem o privilégio de conhecer.

Um lugar esplêndido sem marcas de civilização, para fugir do agito dos grandes centros. Conhecer um lugar tão belo exige um pouco de sacrifício. Nas praias de Antigos e de Antiguinhos o acesso pode ser feito através de trilhas a partir da Praia do Sono.

A trilha que vai da Praia do Sono até a de Antigos é bem íngreme, cansativa, mas tem apoio nas partes mais difíceis, nada que sua disposição não possa vencer.

A caminhada é de 30 a 40 minutos, dependendo do seu desempenho e do local de partida. Você também pode ir de barco a partir de Laranjeiras ou da Praia do Meio, em Trindade. Recomenda-se carregar água, lanches rápidos e capriche no repelente.

Pra-todos-verem:Praia-Antigos-Antigunhos-Paraty-RJ
Praias Antigos e Antiguinhos – Paraty – RJ

Praia Brava – Vila Trindade – Paraty

A trilha que leva à Praia Brava fica à esquerda de quem segue para Trindade, você pode deixar o carro no acostamento fora da estrada. A trilha não é muito fácil, é bem íngreme, dentro da mata fechada, se chover piora muito.

Com cerca de meia hora de caminhada você vai encontrar um paraíso deserto, a praia é um deslumbre, o mar é bravo como sugere o nome da praia, de vez em quando aparecem alguns surfistas por lá.

Não tem nenhuma estrutura, a natureza é selvagem, quase intocada. Do lado oposto da chegada da trilha tem uma bica de água doce, dentro da mata tem uma pequena cachoeira muito boa para banho.

É um bom passeio para quem quer contato direto com a natureza, segundo informação de moradores, o canto esquerdo da praia está sendo utilizado para nudismo.

Praia de Fora – Vila Trindade – Paraty

Se prepare para se deparar com uma praia maravilhosa, cercada de mata preservada, costões rochosos, o cheiro do mar misturado com o cheiro da mata é inebriante. Fica na rua principal de Trindade, de fácil acesso.

A Praia de Fora é a continuação da Praia dos Ranchos, é tão extensa que cobre toda a orla de Trindade, a areia fina e clara, com pedras enormes, trechos de mar com ondas fortes que atrai muitos surfistas, mas também tem trecho mais calmo para levar as crianças.

É a principal praia da Vila de Trindade. Tem excelente infraestrutura com bares, restaurantes com mesas, cadeiras, guarda-sóis, quiosques, pousadas e área de camping. 

A partir da Praia de Fora, você pode acessar a Praia do Meio, a praia e as piscinas naturais do Cachadaço, percorrendo uma trilha pequena e fácil. Você pode optar por pagar uma pequena taxa pelo estacionamento com direito a ducha e banheiro o dia inteiro.

Você também encontra barcos que fazem os passeios. Para chegar partindo da rodoviária de Paraty, pegue o ônibus para Trindade e desça no ponto final. Para voltar é só pegar o ônibus de volta.

Pra-todos-verem:Praia-de-Fora-Trindade-Paraty-RJ
Praia de Fora – Trindade – Paraty – RJ

Praia do Meio – Vila Trindade – Paraty

A Praia do Meio é a preferida pelos turistas para fazer fotos, também pudera, é espetacular! Formada por duas pequenas baías, divididas por costões rochosos, ao fundo as montanhas cobertas de mata.

Tem uma parte rasa, quase sem ondas, muito boa para crianças. Como está dentro de uma área de preservação ambiental, não pode ter construções fixas, mas é possível encontrar barracas improvisadas que vendem comida e bebida.

No canto onde desagua um riacho tem a trilha para a praia do Cachadaço. O riacho é poluído pelas pousadas e casas construídas por perto. Da  Praia do Meio partem pequenas embarcações que levam até às Piscinas do Cachadaço, mas é possível chegar nas piscinas por trilhas.

ENCONTRE SUA HOSPEDAGEM

Praia do Cachadaço/piscinas naturais – Vila Trindade -Paraty

A Praia do Cachadaço fica dentro da área do Parque Nacional da Serra da Bocaina, entre a Praia do Meio e as piscinas naturais do Cachadaço. É praticamente um passeio de aventura, a praia é espetacular, mas o mar é bem perigoso e tem muitas correntezas. A estrutura é mínima.

A trilha para chegar também não é das mais fáceis, porém é curta. Você pode seguir pela trilha que sai da Praia do Meio, subindo o morro que separa as duas praias, ou passar pela encosta de pedras, mas é desaconselhável, é bem perigoso.

Para dar um mergulho sem riscos siga pela trilha que fica do outro lado da praia, para chegar à piscina natural do Cachadaço, é um lugar tranquilo para nadar e mergulhar.

A piscina se formou entre enormes pedras vulcânicas, é cheia de peixinhos coloridos, possíveis de ver até sem snorkel. Se você não curte fazer trilhas, pode chegar de barcos que partem da Praia dos Ranchos ou da Praia do Meio.

Pra-todos-verem:Praia-do-Cachadaco-Trindade-Paraty-RJ
Piscinas Naturais do Cachadaço – Trindade – Paraty – RJ

Praia dos Ranchos – Vila Trindade – Paraty

A Praia dos Ranchos e a Praia de Fora, uma é extensão da outra, é onde se concentram os bares e restaurantes. É muito frequentada principalmente por famílias com crianças, além de muito bonita, o mar é calmo e de fácil acesso.

Esse trecho é conhecido como Praia dos Ranchos, justamente por causa do ranchos nela estabelecidos. A praia é rodeada de montanhas cobertas de mata preservada e quando está em silêncio é possível o gorjear dos pássaros. Numa curta caminhada de apenas 3 minutos você chega lá.

Tem diversos bares que servem bebidas geladas, petiscos e refeições preparadas com peixes frescos pescados pelos pescadores da vila Trindade. Alguns bares, durante o dia tocam música ao vivo, que dá para ouvir de longe, em altas temporadas costumam estender o horário também à noite.

No local  você pode alugar pranchas de Stand-Up Paddle, fazer um passeio de Banana Boat e contratar passeios de barco para as praias próximas de Trindade e até algumas que ficam em Angra dos Reis.

Para melhor aproveitar toda essa beleza é bom frequentar durante a semana ou em baixas temporadas, em alta temporadas a praia fica muito cheia e quase não sobra espaço na areia que fica cheia de mesas e cadeiras.

Todo mundo adora ver um pôr do sol no mar, mas na Praia dos Ranchos é o contrário, a atração é o nascer da lua cheia, é uma cena inesquecível.

Pra-todos-verem:Praia-dos-Ranchos-Trindade-Paraty-RJ
Praia dos Ranchos – Trindade – Paraty – RJ

O  que fazer em Paraty – Principais cachoeiras

Em Paraty tem tantas cachoeiras quanto praias, devido à sua topografia e presença da mata virgem. Fala-se em 11 cachoeiras, mas provavelmente existem muito mais dentro da extensa mata.

Algumas têm acesso muito difícil ou estão em propriedades particulares, ou em reservas indígenas. Só na estrada Paraty→Cunha tem inúmeras cachoeiras pouco conhecidas para visitar. Mas no final é sempre recompensador e compensa acrescentar na sua lista do que fazer em Paraty. 

Cachoeira da Pedra Branca

Localizada a cerca de 9 quilômetros do Centro Histórico de Paraty, a Cachoeira da Pedra Branca é uma das mais lindas e mais visitadas da região, está incluída na rota de passeios de jipe. Fica em propriedade particular, perto da estrada Paraty→Cunha.

O acesso é por estrada de terra, mais adequada para carros 4×4, de preferência com guia. É cobrado o ingresso, custa R$8.00 em 2022 para ajudar na conservação do lugar.

Nos passeios contratados a primeira parada é no Poço Usina com 6 metros de profundidade, no local ainda tem as ruínas da primeira usina que fornecia energia para a cidade.

O local é muito bonito para fotos, para nadar acho profundo demais. Você terá a oportunidade apreciar a fauna silvestre com muitos pássaros e macaquinhos ávidos para ganhar comida dos turistas.

Com 10 minutos de caminhada por uma trilha você chega  à Cachoeira da Pedra Branca com vários poços para banho. Quem se aventurar a subir o paredão de pedra, vai encontrar vários outros poços. Um bom motivo para colocar esta cachoeira no seu programa do que fazer em Paraty.

Pra-todos-verem:Cachoeira-da-Pedra-Branca-Paraty-RJ
Cachoeira da Pedra Branca – Paraty – RJ

Cachoeira dos Codós

Esta pequena cachoeira fica no Rio dos Codós que desagua em Trindade. Para chegar basta subir um pouquinho à direita do rio, você vai encontrar a entrada da cachoeira.

A queda d’água é pequena, em meio a muitas pedras, só cabe uma pessoa de cada vez, mas é bem refrescante. Subindo mais um pouquinho, agora pela margem esquerda do rio, você chega à Pedra que Engole.

É uma pedra gigante em que o rio atravessa por baixo saindo do outro lado, numa gruta formada pela pedra com um pequeno poço. A imagem assusta porque parece que a pessoa foi tragada pelo rio, mas assim que você entra na abertura da pedra já dá pé direto no poço.

Cachoeira Sertão do Taquari – Paraty

O cenário é lindo, ver a água brotando de dentro da mata e deslizando pelas pedras gigantes é emocionante. Fica a 24 km do trevo de Paraty, sentido Rio de Janeiro numa propriedade particular. Siga pelo GPS, pois a rota vai depender de onde você está.

Deixe o carro na área de estacionamento, custa R$10,00, e siga pela trilha, ao atravessar a ponte feita de troncos de madeira você chega ao poço. Cuidado com as pedras escorregadias. Tem placas indicativas. No local tem um pequeno bar. Você também pode ir de ônibus saindo da rodoviária de Paraty até o bairro Sertão do Taquaril.       

Cachoeira do Iriri

A entrada para a Cachoeira do Iriri fica no Km 158 da Rodovia Rio→Santos, sentido Paraty→Angra dos Reis, na aldeia indígena Pataxó. Entre à esquerda perto da Praia de São Gonçalo, deixe o carro na área de estacionamento, custa R$20,00 em 2022, com direito a cachoeira e à Praia do Iriri que fica do outro lado da pista.

É uma bela queda d’água cristalina com uma piscina boa para banho, um visual incrível! Os Índios da aldeia mantêm um restaurante na praia e vendem artesanato na cachoeira, não permitem bebida alcoólica e nem caixa de som.

Pra-todos-verem:Cachoeira-do-Iriri-Paraty-RJ
Cachoeira do Iriri

Cachoeira da Graúna

É muito bonita, mais frequentada pelos moradores, nos feriados e finais de semana fica lotada. Para chegar siga pela rodovia Rio→Santos sentido Angra dos Reis, no km 558 pegue a estrada para Graúna. O acesso é fácil , a entrada é gratuita, mas os visitantes costumam dar uma gorjeta para o morador do início da trilha, que cuida do local.

Cachoeira do Crepúsculo – Sertão do Taquari – Paraty

Fica no Sítio Crepúsculo, no bairro Sertão do Taquaril, a 26 km do centro de Paraty. Esta cachoeira é famosa porque nela foram gravadas cenas do filme Crepúsculo. A paisagem é grandiosa, os paredões de pedras são imensos, um cenário indescritível!

Conheço várias cachoeiras pelo Brasil e não vi nada parecido. Para chegar siga pela estrada Rio→Santos, km 551, sentido Angra dos Reis, até o bairro Sertão do Taquaril, entre numa estradinha de chão, veja a indicação das placas.

A poucos metros da entrada fica o estacionamento (R$10,00), o Bar e restaurante Crepúsculo, e logo à frente fica a trilha para a cachoeira. A trilha é plana e fácil para qualquer pessoa , tem pouco mais de 1 km. A água é gelada, a entrada é grátis.

Pra-todos-verem:Cachoeira-do-Crepusculo-Paraty-RJ
Cachoeira do Crepúsculo – Sertão do Taquari – Paraty – RJ

Cachoeira do Tobogã

As duas cachoeiras mais famosas de Paraty são as cachoeiras do Tobogã e a do Tarzan que fazem parte da mesma queda d’água e estão no roteiro dos passeios de jipes. A Cachoeira do Tobogã tem uma imensa pedra para escorregar e cair no poço.

Dá um pouquinho de medo, mas é sensacional e a gente presencia cenas hilárias de pessoas que se atrapalham na descida e descem rolando.

A partir da Cachoeira do Tobogã, caminhando por uma trilha de dificuldade média você chega ao Poço do Tarzan, ao lado dele tem o bar e restaurante do Tarzan que serve petiscos, comida e bebidas. Dá para passar o dia tranquilo.

O passeio é desaconselhável para crianças, idosos e pessoas com mobilidade reduzida, as descidas são íngreme, as pedras escorregadias e há sempre o risco de encontrar cobras pelo caminho, use calçado fechado.

Para chegar lá, siga pela estrada Paraty→Cunha, na altura do km 7.8 perto da Igrejinha da Penha tem um estacionamento e em frente fica o Engenho D’Ouro. Pelo Waze você também chega.

Caso você deseje tomar um aperitivo ou conhecer o processo de fabricação, dê uma paradinha lá. O ingresso custa R $5,00 por pessoa em 2022. O mesmo ingresso dá direito às 2 atrações.

Pra-todos-verem:Cachoeira-do-Toboga-Paraty-RJ

Cachoeira da Melancia – Sertão do Taquari – Paraty

Um dos lugares mais lindos e escondidos de Paraty! A Cachoeira da Melancia é grandiosa, tem as maiores quedas de água da região, um paraíso que poucos turistas conhecem.

Fica no Sertão do Taquari, dentro do parque nacional da Serra da Bocaina em Paraty. É espetacular, mas o acesso não facilita pra gente, tem que gostar muito de mata e cachoeira para se aventurar.

Eu adoro! A trilha é difícil, por dentro da mata fechada, com rios para atravessar, subidas íngremes cheias de pedras e raízes para finalmente chegar ao poço.

São quase duas horas de caminhada no meio da mata virgem, com uma flora exuberante, muitos pássaros, emaranhado de teias de aranhas, cobras, animais silvestres e até onças atravessando o caminho.

Para chegar lá siga até o final da rua Sertão do Taquari, atravesse a ponte sobre o rio e siga à esquerda, depois de passar a Cachoeira do Caixote continue a seguir a trilha.

Pelo GPS você também consegue chegar. A cachoeira tem três quedas e poços, na terceira queda é possível fazer escalada se tiver equipamento. Não existe estrutura, portanto leve água e alimento. É altamente recomendável ir com um guia local, usar calçado fechado e bastante repelente.

O passeio não é indicado para crianças menores de 12 anos de idade e altura abaixo de 1.20m, idosos e pessoas com mobilidade reduzida. Com todo este esforço, é claro que vale a pena colocar no seu roteiro do que fazer em Paraty, a paisagem é única!       

Pra-todos-verem:Cachoeira-da-Melancia-Paraty-rj
Cachoeira da Melancia – Sertão do Taquari – Paraty

Cachoeira das 7 Quedas

O conjunto de quedas, formam uma paisagem de beleza exuberante. A Cachoeira 7 Quedas é uma das mais bonitas que visitei em Paraty. Fica em propriedade particular, paga-se taxa para entrar.

Em 2022 a taxa para ônibus e vans de turismo é de R$5,00 p/pessoa e carro particular custa R$8,00 p/pessoa. O espaço é bem cuidado, distante a pena a 200 metros do estacionamento.

O proprietário represou a água e construiu uma linda piscina cercada de jardins e coqueiros, colocou mesinhas, cadeiras e quiosques, onde vende petiscos e bebidas. As partes mais fundas da piscina são sinalizadas e tem cabos de proteção.

Esta cachoeira fica a cerca 4 Km depois da Cachoeira da Pedra Branca, basta continuar na mesma estrada Paraty→Cunha. Depois da entrada para a Cachoeira da Pedra Branca, a estrada é muito ruim, é aconselhável ir de carro 4×4. 

Pra-todos-verem:Cachoeira-7-Quedas-Paraty-rj
Cachoeira das 7 Quedas – Paraty – RJ

Cachoeira do Saco Bravo/Praia do Saco Bravo

Se você me perguntar o que fazer em Paraty de emocionante, te digo que você não chegou nem na metade. Que tal conhecer uma cachoeira que deságua no mar?

O visual é diferente de tudo que você já viu, a exuberância da vegetação, as formações rochosas e uma pequena e belíssima cachoeira, com um poço delicioso, literalmente encravada no costão rochoso de frente para o mar.

Fica em Paraty-Mirim, Paraty, na Reserva Ecológica de Juatinga, numa vila de pescadores. Para chegar à cachoeira é preciso seguir até Trindade, de lá, seguir até Laranjeiras, onde se inicia a trilha que vai até a Praia do Sono a cerca de 3 km.

Em seguida é preciso pegar um barco até à Praia da Ponta Negra e seguir pela trilha difícil, com trechos bem íngremes dentro da floresta, muitas subidas e bifurcações. São 3h de caminhada, descer as pedras até a cachoeira é bem complicado, porém o esforço é recompensado.

Leve água e lanche leve, protetor solar e repelente. O passeio tem que ser feito cedo, pois tem limite de horário e 20 visitantes por vez para entrar na piscina natural. O passeio também depende da tábua das marés, com mar agitado, a piscina natural fica perigosa.

Apesar do difícil acesso é uma das cachoeiras mais bonitas da região com muita natureza, águas cristalinas e uma energia mágica. merece estar na sua lista do que fazer em Paraty. A excursão de dia inteiro, é altamente recomendável fazer o passeio com um guia credenciado.

Pra-todos-verem:Cachoeira-do-Saco-Bravo-Paraty-RJ
Cachoeira do Saco Bravo

Saco do Mamanguá – Serra da Bocaina – Paraty – RJ

Quando você pensa que acabou o que fazer em Paraty, alguém te lembra que ainda falta conhecer uma das maiores atrações. O Saco do Mamanguá é desses lugares que te deixa extasiado com sua beleza, torcendo para que o tempo não passe.

Fica entre o litoral sul do Rio de Janeiro e o litoral norte de São Paulo pela BR 101. O acesso é feito de barco partindo de Paraty-Mirim, a lancha rápida leva 20 minutos e o barco de pescador 40 minutos.

Também é possível chegar por trilha, mas somente com guia. O Saco do Mamanguá parece um grande rio, mas é uma entrada de mar com 2 km de largura e 8 km de comprimento. Abriga algumas comunidades de pescadores e comunidades Caiçaras.

Tem mais de 30 praias cercadas de Mata Atlântica de um maravilhoso mar verde esmeralda. Para conhecer esta localidade você precisa mais que um dia e estar disposto a abrir mão de facilidades da vida moderna.

O lugar é totalmente rústico, mas tem pousadas, aluguel de temporada e área de camping. Ao fundo do Saco do Mamanguá tem área de mangue preservada, com uma biodiversidade impressionante, onde é proibido transitar de barco a motor, somente canoas e caiaques.

É importante fazer o passeio com guia local para garantir sua segurança e passar informações relevantes sobre o bioma, o modo de vida e a ecologia do local. Aproveite também para conhecer os moradores, seu estilo de vida, seu artesanato e sua culinária com muito peixe fresco. 

Pra-todos-verem:Saco-do-Mamangua-Serra-da-Boacaina-Paraty-RJ
Saco do Mamanguá – Serra da Bocaina – Paraty – RJ

Passeios de Barco em Paraty

Com tantas atrações, ninguém fica sem o que fazer em Paraty, os passeios de barco são os mais requisitados, pois além das belezas de Paraty você tem a oportunidade de conhecer muitas outras praias em Angra dos Reis até a espetacular Ilha Grande.

A baía de Paraty tem ilhas e praias de águas transparentes e uma rica diversidade de vida marinha, permitindo várias atividades em alto mar, como mergulho com cilindro e pesca submarina.

As opções são muitas e podem ser contratadas em vários locais. Sejam escunas gigantes para mais de 100 pessoas, escunas para 30 passageiros ou ainda alugar a lancha, se tiver experiência e fazer seus passeios como desejar.

Por experiência própria te sugiro comprar os ingressos para passeios diretamente nas agências de turismo ou no cais de Paraty. Pessoalmente você pode verificar a estrutura do barco, a segurança, os serviços oferecidos, comparar preços e escolher o roteiro.

Fique tranquilo que você não corre o risco de ficar sem os passeios. As embarcações partem do cais de Paraty todos os dias a partir das 11 horas. O preço varia de acordo com a embarcação, nós pagamos R$1.600,00 para 8 pessoas com duração de 6h 30mn.

Contratamos os passeios pela Viator, tanto os passeios de barco, quanto os de jipe. O que você imaginar em Paraty e redondezas a Viatur te leva, com guias bilíngues. Pegue seu repelente, protetor solar, chapéu ou boné, boia, óculos e aproveite o passeio. 

Pra-todos-verem:Passeio-de-barco-em-Paraty-rj
Passeio de barco em Paraty – RJ

Agências de turismo em Paraty

Com certeza você ainda terá muito o que descobrir em Paraty, onde o mar não tem limite, Provavelmente você terá que voltar outras vezes para descobrir mais um pouco sobre Paraty.

Quer se locomover com mais liberdade? Alugue um carro pela RentCars. Não se esqueça de garantir segurança financeira, emergências médica e odontológica e outras coberturas para você e sus família, faça um seguro-viagem.

Outros assuntos que podem ser do seu interesse:

OFERTA AMAZON
Ofertas imperdíveis na Amazon
Compartilhe nas redes sociais:

4 comentários em “O que fazer em Paraty: praias, cachoeiras, trilhas, passeios, história, cultura e pontos turísticos”

  1. Conheço Paraty e Trindande é uma beleza exuberante que faz bem aos olhos, após ler o que fazer em Paraty vou me organizar e retornar o mais breve possível.

    1. Oi Henrique, obrigada pelo seu comentário. Desejo que faça uma viagem bem proveitosa a Paraty, que com certeza guarda muitas atrações a serem decobertas.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *